icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/11/2013
18:46

O atacante Caio, acionado durante o segundo tempo da derrota do Palmeiras para o Paysandu, na terça-feira, deixou o treino desta quinta-feira com um corte na perna direita e expressão de muita dor. Ele escorregou na lateral do campo, chocou-se com o banco de reservas e acabou se machucando. A princípio, o camisa 29 não preocupa para o jogo contra o Boa Esporte, sábado, no Pacaembu.

O trabalho em campo reduzido, de movimentação e posse de bola, teve seis desfalques. O meia Valdivia segue com a seleção chilena, enquanto o zagueiro Vilson (tendinite no joelho esquerdo), os volantes Wesley (pancada no joelho direito) e Léo Gago (lesão na coxa direita), o meia Mendieta (cirurgia no joelho esquerdo) e o atacante Vinicius (lesão no tornozelo direito) seguem no departamento médico. Eles não enfrentaram o Papão e seguirão fora.

Quem vai retornar é o atacante Leandro, que cumpriu suspensão. O lateral-direito Luis Felipe, recuperado de uma canelite, e o volante Charles, que estava com amigdalite, trabalham com os colegas desde o fim da semana passada em busca de ritmo de jogo e também podem virar opções. O zagueiro Henrique, outro que trabalhou sem limitações, foi expulso na terça e é baixa confirmada.

O Palmeiras depende apenas de um empate contra o Boa para assegurar o título da Série B. A conquista pode acontecer até em caso de derrota, desde que a Chapecoense não derrote o Bragantino, em casa, também no sábado.