icons.title signature.placeholder Rodrigo Vessoni
08/04/2014
16:04

Elias e Paulinho fizeram parte do elenco corintiano de 2010. O primeiro saiu em dezembro, abrindo espaço para o segundo na equipe titular. Na sequência, Paulinho brilhou com a camisa do Timão. Brilhou tanto que acabou vendido para a Inglaterra, por 20 milhões de euros (cerca R$ 65 milhões). Agora, quem está de volta é Elias, para voltar a ocupar a vaga do antecessor.

Essas coincidências no Parque São Jorge e as características dos dois jogadores fazem uma semelhança poucas vezes vista no futebol brasileiro. Pelo menos, na visão do técnico Mano Menezes.

Para o treinador do Timão, os dois velhos conhecidos da Fiel, que se tornaram ídolos da torcida, têm muita coisa em comum. Mano acredita que Elias tem tudo para ser o substituto ideal de Paulinho, que deixou saudades após inúmeros títulos e gols.

- Talvez sejam os dois jogadores com mais semelhança. São rápidos, com bom poder de retomada de bola e um fato extraordinário para a função de volante: chegar e marcar muitos gols, gols importantes. Ele se aproxima muito daquilo que o Paulinho fez e daquilo que ele mesmo fez aqui antes - afirmou o treinador, em coletiva no CT Joaquim Grava.

Contente por volta, Mano rasga elogios a Elias

Elias foi contratado da Ponte Preta em maio de 2008, após se destacar na campanha do vice-campeonato estadual. Na sequência, conquistou três títulos pelo Timão: Série B-08, Estadual-09 e Copa do Brasil-09. Para o treinador do Timão, o volante está bem mais preparado para brilhar do que na primeira passagem.

- Ele precisa ser mais protagonista do que na primeira passagem. Quando ele chegou aqui antes, tinha atletas à frente dele nessa avaliação. Agora, a situação é diferente. Ele significa qualificação dentro daquela filosofia de buscar jogadores com liderança, posicionamento vencedor - completou o comandante.

Na primeira passagem, todo o holofote estava em Ronaldo Fenômeno.