icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/04/2014
08:05

Entre idas e vindas do elenco do Corinthians, a diretoria também resolve a situação do meia Rodriguinho, sem espaço com o técnico Mano Menezes. O jogador é pretendido pelo Fluminense e o Timão já aceitou cedê-lo de graça até o fim do ano. No entanto, o clube quer esperar o desfecho da negociação por Rafael Sobis para definir a saída. Caso o atacante não seja contratado, poderá ser exigida uma compensação financeira para o acordo.

Neste sábado, Rodriguinho participou do jogo-treino diante da Ponte, no CT Joaquim Grava. Ele foi o meia da equipe reserva. Nos últimos seis jogos do Timão, pelo Paulistão e Copa do Brasil, ele nem sequer foi aproveitado.

O jogador começou a temporada com moral com Mano. Após ser titular nas quatro primeiras partidas, ele perdeu espaço e começou a ser preterido até mesmo pelo garoto Zé Paulo e o peruano Ramírez. Depois que Jadson chegou e que Renato Augusto voltou, ele não jogou mais. Em 2013, o Timão pagou R$ 4 milhões para trazê-lo.

Sobis: treinador dificulta saída

O novo técnico do Fluminense, Cristovão Borges, fará de tudo para “atrapalhar” a negociação de Rafael Sobis com o Corinthians. Depois de já deixar claro para a diretoria que não gostaria da saída do atacante, ele escalou o jogador na equipe titular na atividade deste sábado pela manhã, nas Laranjeiras. Sobis não vinha sendo utilizado pelo ex-técnico Renato Gaúcho, mas já ganhou moral com o novo treinador. O Flu entrará em campo na próxima quinta-feira, contra o Horizonte-CE, pela primeira fase da Copa do Brasil, no Maracanã. Os cariocas foram derrotados no jogo de ida por 3 a 1.

Neste domingo, o elenco do clube carioca está de folga e Sobis é esperado em Porto Alegre, onde passará a folga com familiares. Lá, vai aproveitar para se encontrar com o empresário Jorge Machado para decidir se fica no Flu ou se vai para o Corinthians.

Mesmo com o desejo de Cristovão Borges, o Corinthians mantém esperanças. A Unimed, patrocinadora principal do Fluminense, é quem banca os salários de Sobis e é favorável à saída do atacante agora.