icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
01/11/2013
06:30

O Tottenham e o Arsenal, ambos da Inglaterra, estão de olho em Alexandre Pato para a segunda parte da temporada 2013/2014. A informação é do jornal inglês “Daily Mail”.

Os Spurs, pelo qual joga o volante Paulinho, tentou contratar o atacante em agosto, no fechamento da janela internacional de transferências, mas o Corinthians negou a proposta de 15 milhões de euros (cerca de R$ 40 milhões), valor equivalente ao que havia pago ao Milan (ITA), no fim de 2012.

– O Tottenham procurou o Corinthians para pedir a minha transferência, mas sentei-me à mesa com o clube e com meu agente (Gilmar Veloz) e decidi que queria ficar – admitiu Pato.

Agora, de acordo com o diário inglês, o Arsenal também está interessado.

A diretoria do Corinthians decidiu negociar Pato depois do pênalti perdido contra o Grêmio, que provocou a eliminação corintiana na Copa do Brasil, no último dia 23 de outubro. Os dirigentes chegaram à conclusão de que o atacante não tem identificação com o clube nem mudará este quadro. O problema é que o Timão detém apenas 60% dos direitos sobre Pato. Os outros 40% foram cedidos ao jogador como contrapartida ao fato de ele ter concordado com a redução salarial – recebia cerca de R$ 1 milhão por mês na Itália e ganha aproximadamente a metade no Corinthians.

O principal motivo que levou Pato a retornar para o Brasil no início deste ano foi a possibilidade de voltar à Seleção Brasileira, resolvendo os problemas físicos com o departamento médico do Corinthians, que havia feito Ronaldo Fenômeno jogar em alto nível no primeiro semestre de 2009. Pato, de fato, encerrou a série de lesões musculares que tinha no Milan, mas não aproveitou as chances na Seleção de Felipão. Pior, não conseguiu sequer virar titular absoluto do Corinthians, preterido pelo peruano Paolo Guerrero.

O pênalti perdido com cavadinha contra Dida, que gerou repercussão negativa mundial e protestos raivosos da torcida, foi a gota d’água para a diretoria.