icons.title signature.placeholder Marcello Vieira
05/11/2013
17:01

Personagem conhecido e até certo ponto estigmatizado na política do Fluminense desde a declaração de que já preparava o Flu para a Série B antes do clube vir a ser rebaixado em 2009, o que também acabou não acontecendo, o ex-vice de futebol do Tricolor, Tote Menezes, compareceu ao evento de lançamento da candidatura de Deley à presidência da instituição e, em entrevista ao LANCE!Net, fez um ataque forte ao diretor executivo Jackson Vasconcelos, atualmente afastado da função para coordenar a candidatura de Peter Siemsen à reeleição.

- Estou apoiando o Deley porque a gestão do Peter foi uma administração que não foi voltada para o Fluminense, os esportes olímpicos, mas para um administrador que ele colocou lá. Seu Jackson que ninguém conhece, então o Peter não é presidente do Fluminense. O presidente é seu Jackson. Por isso estou apoiando o Deley - disse.

Tote também deixou claro que não descartaria voltar a trabalhar no Fluminense caso Deley vença o pleito e venha a convidá-lo para ocupar uma função.