icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/04/2014
15:25

A torcida organizada do Vélez Sarsfield (La Pandilla) ignorou completamente uma das figuras mais simbólicas da Argentina e saqueou o santuário do Gauchito Gil, em Corrientes, na viagem de retorno a Buenos Aires, após derrota do time portenho para o Nacional por 1 a 0, na última quarta-feira, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores.

Apesar de não estar inserido na liturgia católica, o Gauchito Gil é uma figura mítica para o povo argentino. Um santo do imaginário popular.

Segundo o jornal "Olé", os torcedores também roubaram os comerciantes das cercanias do templo. No entanto, os vendedores tiveram tempo de avisar à polícia, que averiguou o caso e prendeu uma pessoa.

Os objetos subtraídos já foram encontrados, de acordo com as autoridades locais.