icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/11/2014
11:12

A violência na torcida organizada do Boca Juniors parece não ter data para o fim. No último domingo, antes da partida contra o Tigre, pelo Campeonato Argentino, duas facções brigaram com armas de fogo. A polícia precisou intervir.

O tiroteio começou pouco antes do pontapé inicial, quando alguns homens começaram a disparar de um Renault Sandero que passava nas cercanias do estádio.

E MAIS

HOME: Veja as últimas notícias do futebol internacional
Homem armado discute com o ex-jogador Palermo

Segundo reportou o diário "Olé", os disparos pertenciam uma facção que busca o poder e mais regalias como ingressos de graça, viagens e churrascos promovidos pela diretoria.

Os episódio de violência aumentaram desde que os chefes de "La 12", nome da organizada, foram soltos depois de um curto período de reclusão.