icons.title signature.placeholder Rafael Valesi
06/12/2013
19:25

Apesar de ostentar a cor azul em seu uniforme, o RJ Vôlei deverá ter neste sábado em sua partida na Superliga Masculina muitos torcedores vestidos de preto. O time carioca enfrentará o Sesi-SP às 21h30 (de Brasília), no Rio de Janeiro, no ginásio do Tijuca Tênis Clube, e fãs prometem comparecer “de luto”.

Por meio de redes sociais na internet, torcedores da equipe estão se mobilizando para que o público vista a cor negra, em apoio aos jogadores do time carioca, que passa por um momento financeiro difícil. O movimento é liderado pelo grupo Unidos por uma Superliga Melhor.

Apesar de ocupar a vice-liderança do torneio, com 21 pontos (três a menos do que o líder Sada Cruzeiro), o RJ Vôlei passa por crise financeira. A saída do patrocinador principal, a OGX, como reflexo do encolhimento dos negócios do empresário Eike Batista, vem causando problemas. Alguns jogadores estão com três meses de salários atrasados, e o central Maurício Souza deixou a equipe por conta disso.

Outro time que passou pela mesma situação na Superliga foi o Montes Claros, que já sanou suas dívidas recentes com os atletas.

– O objetivo é mobilizar o maior número de fãs, independentemente da torcida. A princípio, faremos (a manifestação) no jogo do RJ Vôlei porque será uma partida com transmissão da televisão, além de contar com muitos jogadores da Seleção, o que leva mais torcedores aos ginásios. Dependendo do apoio que recebermos, vamos analisar se faremos em mais jogos. Mas o foco não é só o time carioca. Queremos melhores condições para o vôlei num âmbito nacional – disse Raiane Oliveira, integrante do Unidos por uma Superliga Melhor, ao LANCE!Net.

A expectativa é que 150 pessoas se vistam de preto na partida deste sábado. Além da roupa negra, eles também deverão levar cartazes para apoiar o RJ Vôlei no jogo.

Segundo o grupo que organiza o movimento, jogadores estão cientes da mobilização e indicaram apoio aos torcedores.