icons.title signature.placeholder Fellipe Lucena
14/12/2013
18:25

A torcida da Portuguesa está fazendo o que pode para ajudar o clube a permanecer na Série A em 2014. Assim que terminou o protesto pacífico deste sábado, na Avenida Paulista, os líderes do movimento informaram que voltarão ao local na segunda-feira, data do julgamento no STJD. Além disso, ônibus sairão do Canindé rumo ao Rio de Janeiro, sede da Justiça Desportiva brasileira.

- Vieram cerca de 500 pessoas hoje, e na segunda-feira faremos uma manifestação ainda maior aqui. Vamos mandar ônibus para o Rio de Janeiro também, ainda não sabemos quantos - disse ao LANCE!Net o torcedor Fernando Guimarães, que tomou a frente das manifestações deste sábado.

Na estimativa da Polícia Militar, aproximadamente 300 torcedores foram à Avenida Paulista na tarde deste sábado. Eles se reuniram em frente ao MASP (Museu de Arte de São Paulo), caminharam até a Fundação Cásper Líbero e retornaram ao ponto de partida, sempre escoltados pela Polícia Militar e cantando contra o STJD e o Fluminense: "Já está na hora de pagar a Série B", avisaram.

- Foi uma manifestação espontânea de torcedores, que se organizaram pela internet. A ideia era fazer uma manifestação não da Portuguesa, mas do futebol. Isso mobilizou outras torcidas também - completou Fernando, acompanhado na manifestação por são-paulinos, palmeirenses, corintianos, santistas e até juventinos.

A Portuguesa será julgada na segunda-feira, às 17h, pela escalação irregular do meia Héverton contra o Grêmio, na última rodada do Brasileirão. O clube corre risco de perder quatro pontos (três pela infração e mais o ponto ganho no duelo), caindo para a Segunda Divisão e salvando o Fluminense.