icons.title signature.placeholder Eduardo Moura
04/11/2013
11:53

A chegada do Internacional a Porto Alegre foi conturbada, como o momento do time em campo. O desembarque no Aeroporto Internacional Salgado Filho teve tentativa de drible em torcida e imprensa, protestos por parte da torcida principalmente contra o presidente Giovanni Luigi, e uma promessa de D'Alessandro a um dos colorados presentes: que o time gaúcho não vai cair para a segunda divisão.

Com a derrota para o Atlético-PR, o Inter passou a ficar apenas seis pontos acima do primeiro time na zona re rebaixamento, o Vasco, e do primeiro fora, o Fluminense. Inicialmente, as informações davam conta de que a delegação colorada sairia por um portão lateral, sem passagem pelo saguão. No entanto, a logística mudou e o elenco se reuniu e saiu da sala de desembarque todo junto. Foi neste momento que um torcedor começou a cobrança:

- Fora Luigi! Vamos Clemer, estamos contigo. Tem que jogar bola, p..., isso é o Inter. Não pode cair. Tem que jogar - gritava o torcedor, batendo no braço, pedindo garra.

Um dos primeiros a sair para o saguão, atrás apenas de dirigentes e do técnico Clemer, o meia D'Alessandro foi na direção do torcedor. Segurou o rapaz pelo pescoço, e, olhando para o torcedor, respondeu:

- Calma, não precisa gritar. Aqui tem imprensa, não precisa gritar. Calma, cara. Ninguém vai car, calma. Ninguém vai cair - disse D'Alessandro, que ainda caminhou alguns metros com a mão sobre o pescoço do torcedor.

Jogadores deixaram área de desembarque juntos e saíram rumo ao ônibus (Foto: Eduardo Moura)


O restante dos protestos aconteceu do lado de fora. Os torcedores que esperavam a delegação colorada no portão lateral, com faixas com dizeres "Fora Luigi" e um símbolo que dizia ser proibido ir para a Série B, continuaram as cobranças com gritos e manifestações. No total, cerca de 10 torcedores protestaram, sem trazer nenhum tipo de problema físico aos jogadores. No ônibus que estava posicionado na pista e que saiu vazio, foram jogados alguns ovos. Os torcedores que fizeram os arremessos foram detidos pela Brigada Militar.

A segunda-feira será de recuperação para o grupo de jogadores. Os colorados só retomam os treinamentos na manhã desta terça, já que Clemer tem a semana para preparar a equipe para o jogo com o Botafogo, no próximo domingo, no Estádio Centenário. A ideia é pontuar o mais rápido possível para se afastar do Z4.

Torcedores protestaram contra a diretoria colorada (Foto: Eduardo Moura)