icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/02/2015
18:31

Mais um episódio triste envolveu a torcida do Feyenoord num jogo contra a Roma pela Liga Europa. Na partida de volta, nesta quinta-feira, na Holanda, fanáticos do time holandês atiraram no gramado do estádio De Kuip uma banana inflável em direção ao atacante marfinense Gervinho, da Roma. O time italiano venceu por 2 a 1, com um gol decisivo de Gervinho, e avançou para as oitavas de final da competição.

O árbitro auxiliar retirou o objeto do gramado e avisou ao árbitro principal. Este deixou claro para os responsáveis pela partida que a mesma seria suspensa em caso de novo incidente. O episódio aconteceu aos 38 minutos do primeiro tempo. Já no segundo tempo, após a expulsão de Mitchell te Vrede, mais objetos foram atirados no gramado pelos fanáticos do Feyenoord. O árbitro decidiu suspender a partida, e o placar apontava 1 a 0 para a Roma - gol de Ljajic.

Em pouco tempo, o jogo voltou a ser disputado e com vários acontecimentos. O Feyeenord empatou a partida com Manu. Um minuto depois, perdeu outro jogador: Mulder acabou expulso. E para calar o racismo e garantir a Roma na próxima fase, Gervinho aproveitou um cruzamento, estufou a rede e mandou corações para a torcida. 

O site holandês "football-oranje" publicou em seu Twitter que é "tradição a presença de bananas infláveis em jogos do Feyenoord, e que não se trata de um caso de racismo".

Gervinho celebra o gol que garante a classificação da Roma (Foto: John Thys/AFP)

O clima da partida entre Feyenoord e Roma era tenso desde semana passada, no jogo de ida, por conta de distúbios de holandeses em Roma. Pelo menos 23 holandeses foram presos e seis policiais ficaram feridos na Piazza di Spagna. Até mesmo a tradicional fonte Barcaccia, de quase 400 anos de idade, ficou danificada.

*Atualizada às 19h20