icons.title signature.placeholder Gabriel Rodrigues e Roberto Veloso
28/11/2013
11:23

O primeiro dia de vendas nas bilheterias para torcedores não sócios do Vasco para o jogo contra o Náutico, no domingo, às 17h, no Maracanã, foi marcado por muita fila, ação de cambistas e tentativas de agressões a flamenguistas que passavam pelas bilheterias de São Januário. Por volta das 10h30 desta manhã, cerca de 500 pessoas formavam fila.

De baixo de muito sol e calor, a torcida formou fila desde cedo, e o tempo médio de espera para comprar os ingressos, após a abertura das bilheterias, era de duas horas. Os torcedores cantavam músicas de apoio ao Vasco e demonstravam muito confiança na vitória sobre o já rebaixado Náutico e na fuga da zona do rebaixamento.

Na própria fila e nos arredores, cambistas agiam livremente e foram vistos saindo das bilheteries com bolos de cerca de 20 ingressos. Um dos cambistas, inclusive, ia de guichê em guichê comprando mais ingressos. Os torcedores reclamavam muito dos cambistas, mas os funcionários do clube e os políciais militares presentes no local nada faziam. Os orientadores que cuidavam da fila, só coibiam pessoas que tentavam furar fila ou entregar dinheiro para outras pessoas comprarem seus ingressos.

A expectativa para o jogo de comingo é de Maracanã cheio. Até a noite da última quarta-feira, cerca de 13 mil ingressos foram vendidos.