icons.title signature.placeholder Alexandre Araújo
20/06/2014
17:37

Privacidade é um dos pontos que os clubes procuram quando vão a Pinheiral, Sul Fluminense, realizar um período de treinamento. E com o Vasco não é diferente. Por conta disso, um torcedor saiu frustrado na tarde desta sexta-feira, ao tentar acompanhar as atividades do elenco cruz-maltino de perto. Alan Gonçalves, que é de Pinheiral, aproveitou o fato de o grupo estar na cidade para ver os jogadores de perto, mas não pode entrar no local e voltou para casa frustrado.

A ordem da administração do centro de treinamento é de que ninguém pode entrar para que o elenco e comissão técnica tenham total traquilidade para trabalhar. Sócio do clube há 20 anos, porém, Alan gostaria de ter apoiado o time.

- Tenho 45 anos e sou sócio há 20. Me tornei sócio quando fui trabalhar no Rio. Hoje em dia, os sócios vão a São Januário para ver os treinos, porque boa parte das instalações, como a piscina, não podem ser usadas. Vim aqui algumas vezes esta semana, mas não pude entrar. Vim aqui porque nem sempre posso ir ao Rio assistir alguma atividade, quis aproveitar que eles estão perto - disse.

Decepcionado com os rumos que o clube vem tomando, Alan ainda não sabe se vai ao Rio de Janeiro na data da eleição presidencial e está aguardando algumas definições em relação às chapas para escolher um candidato, mas já tem uma preferência:

- Li que o Horta não vai mais se candidatar, mas estou esperando essa definição dele com o Edmundo. Se eles vierem, talvez até vá ao Rio votar.