icons.title signature.placeholder Leo Burlá
20/06/2014
14:05

Nas ruas de Salvador, o movimento de suíços é bem maior do que de franceses. Um destes torcedores veio ao Brasil em busca de um 'revival'.

Morador de Zurique (SUI), Bruno Anderes, de 62 anos, resolveu repetir com o cunhado a experiência vivida na Copa de 94, quando acompanhar in loco os suíços. Na ocasião, a seleção caiu nas oitavas, após ser derrotada por 3 a 0 para a Espanha.

Desta vez, garante Bruno, os suíços tem time para ir mais longe.

- Neste nosso 'revival' de Copas, creio que podemos chegar até as quartas de final. É difícil, mas não é uma missão impossível - disse.

Sobre a partida de logo mais, ele crê em vitória por 3 a 1 sobre os franceses, e é direto ao eleger o craque da atual equipe.

- O técnico Ottmar Hitzfeld é nosso grande astro, é um dos melhores do mundo - elogiou.

Pelas ruas de Salvador, o movimento de suíços é bem mais intenso do que o de franceses. A expectativa é de que a Fonte Nova receba um grande público para a partida das 16h.