icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/07/2013
17:27

O zagueiro Rafael Toloi disse que o posicionamento do sistema defensivo do São Paulo melhorou com a chegada do técnico Paulo Autuori. Em coletiva, nesta quinta-feira, no CT da Barra Funda, o jogador enalteceu os trabalhos do novo comandante e alfinetou o ex-treinador, Ney Franco. 

- A equipe está se protegendo melhor. O Paulo acertou o esquema, antes, o time ficava perdido em campo e, agora, o time está se posicionando bem. Ontem (quarta-feira) sofremos um gol, como alguns falam, quando a fase está desse jeito, a oportunidade que o adversário cria vai para o gol. A equipe cresceu bastante, mérito do nosso treinador, que vem procurando passar confiança. A equipe está melhorando e vai voltar a vencer o quanto antes - declarou o beque.

O técnico Paulo Autuori comanda treinamentos táticos e prioriza o posicionamento dos jogadores e ajusta a saída de boa ao ataque. Mas, o setor tem falhado bastante. A última vez em que não foi vazado foi no confronto diante do Atlético-MG, no 0 a 0, no estádio Independência, válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. No torneio nacional, o time sofreu 14 gols em dez partidas disputadas. 

- Alguns jogos atrás, não tínhamos um posicionamento, ficávamos perdidos. Não está havendo tanto espaço como houve, tem uma evolução, mas precisamos vencer os jogos - disse.

Diante do Internacional, na última rodada, o zagueiro Lúcio errou um passe no campo de ataque. O lance deu origem ao gol de Leandro Damião, o da vitória do clube gaúcho. Após o jogo, o treinador afirmou que pretende conter as investidas ofensivas dos beques. Toloi ressalta que também tem características semelhantes ao do pentacampeão mundial, mas compreende o pedido do comandante. 

- O Paulo cobra bastante o posicionamento, principalmente dos zagueiros. É uma característica do Lúcio sair para o jogo, eu também gosto de sair com a bola, mas ele vem pedindo para ficar mais com a bola, dar mais proteção, porque na parte ofensiva tem bons jogadores e podem definir a partida - completou.

Autuori comandou o São Paulo em quatro oportunidades. Em todos os jogos, o time foi derrotado (para Vitória, Corinthians, Cruzeiro e Internacional).

Toloi não sente pressão a mais por ter Juvenal nos treinos


O zagueiro Rafael Toloi disse que o posicionamento do sistema defensivo do São Paulo melhorou com a chegada do técnico Paulo Autuori. Em coletiva, nesta quinta-feira, no CT da Barra Funda, o jogador enalteceu os trabalhos do novo comandante e alfinetou o ex-treinador, Ney Franco. 

- A equipe está se protegendo melhor. O Paulo acertou o esquema, antes, o time ficava perdido em campo e, agora, o time está se posicionando bem. Ontem (quarta-feira) sofremos um gol, como alguns falam, quando a fase está desse jeito, a oportunidade que o adversário cria vai para o gol. A equipe cresceu bastante, mérito do nosso treinador, que vem procurando passar confiança. A equipe está melhorando e vai voltar a vencer o quanto antes - declarou o beque.

O técnico Paulo Autuori comanda treinamentos táticos e prioriza o posicionamento dos jogadores e ajusta a saída de boa ao ataque. Mas, o setor tem falhado bastante. A última vez em que não foi vazado foi no confronto diante do Atlético-MG, no 0 a 0, no estádio Independência, válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. No torneio nacional, o time sofreu 14 gols em dez partidas disputadas. 

- Alguns jogos atrás, não tínhamos um posicionamento, ficávamos perdidos. Não está havendo tanto espaço como houve, tem uma evolução, mas precisamos vencer os jogos - disse.

Diante do Internacional, na última rodada, o zagueiro Lúcio errou um passe no campo de ataque. O lance deu origem ao gol de Leandro Damião, o da vitória do clube gaúcho. Após o jogo, o treinador afirmou que pretende conter as investidas ofensivas dos beques. Toloi ressalta que também tem características semelhantes ao do pentacampeão mundial, mas compreende o pedido do comandante. 

- O Paulo cobra bastante o posicionamento, principalmente dos zagueiros. É uma característica do Lúcio sair para o jogo, eu também gosto de sair com a bola, mas ele vem pedindo para ficar mais com a bola, dar mais proteção, porque na parte ofensiva tem bons jogadores e podem definir a partida - completou.

Autuori comandou o São Paulo em quatro oportunidades. Em todos os jogos, o time foi derrotado (para Vitória, Corinthians, Cruzeiro e Internacional).

Toloi não sente pressão a mais por ter Juvenal nos treinos