icons.title signature.placeholder Gabriel Carneiro
14/04/2014
08:02

Entre agradecimentos aos céus e discursos de "está aí para quem não acreditava na gente", a "família Ituano" deixou o estádio do Pacaembu, na noite deste domingo, sem saber qual camisa usará no próximo fim de semana. Boa parte dos jogadores tem contrato apenas até o fim do Campeonato Paulista, já que a diretoria comandada pelo ex-jogador Juninho Paulista não esperava uma campanha que resultasse no título estadual.

Nos próximos dias, vários jogadores que participaram da conquista do Campeonato Paulista de 2014 sobre o Santos receberão sondagens e propostas de grandes clubes do Brasil, das Séries A e B. E a maioria deles, de acordo com as previsões de Juninho Paulista, deve ser negociada, já que o Ituano conseguiu classificação para a Série D, a quarta divisão do futebol nacional, e não terá o que fazer se eles pedirem para sair.

- Eu reconheço que vai ser inevitável, mas vamos tentar manter a maioria dos jogadores. É complicado porque o Campeonato Paulista já é visto como uma vitrine, e sendo campeão ainda, tudo se acentua. Às vezes um time só contrata o jogador porque ele vem com o rótulo de "campeão paulista". É uma realidade natural, e vamos pensar nisso durante a semana. Agora, é só festa, depois pensamos - afirmou Juninho Paulista na saída dos vestiários do Pacaembu.

Na saída dos vestiários do Pacaembu, os jogadores do Ituano já tiveram que responder sobre especulações que ligavam seus nomes a outros clubes. A diretoria do Ituano afirma que recebeu diversas sondagens, mas nenhuma proposta oficial até o momento. O problema é que apenas cinco jogadores têm contrato com o clube após o mês de maio, e os outros seis já têm liberdade de negociar seu destino por conta própria.

Fez história! Ituano derrota Santos nos pênaltis e é campeão



Veja os 11 titulares do Ituano e como ficam suas situações após o título do Paulistão:

Vágner (G) - Já havia se destacado em 2013, mas desta vez foi protagonista. Aos 24 anos, tem contrato com o Ituano até 31 de dezembro de 2014, mas não deve permanecer no segundo semestre. No Pacaembu, respondeu perguntas sobre o Botafogo, que estaria interessado em seu futebol. Sem empolgação, o goleiro disse que nada chegou até ele.

Dick (LD) - Seu contrato acaba nesta terça-feira. Deve aguardar propostas, inclusive uma de renovação do Ituano. É um dos que tem chance de permanecer para a Série D.

Alemão (Z) - Também está vinculado só até terça-feira, e ganhou forte mercado por ser o xerife da melhor defesa do Paulistão. Já tem passagens por Náutico e Salgueiro e está no alvo de dois nordestinos: o Sport, campeão da Copa do Nordeste, e o Vitória, que reformula seu elenco.

Anderson Salles (Z) - Tem acerto encaminhado com o Palmeiras, embora seu empresário não confirme as conversas. Neste domingo, preferiu não dar a negociação com o Verdão como concluída, mas nem citou o São Paulo, que seria outro interessado em seu futebol. O contrato vale até o dia 30 de abril.

Dener (LE) - Revelação da base do Grêmio, é um dos jogadores em que o Ituano deposita confiança na permanência, já que o contrato é válido até dezembro de 2014, um dos mais longos do elenco.

Josa (V) - Contrato do capitão do Ituano vale apenas até esta terça-feira, mas já há sondagens de outros clubes. Dispensado do Náutico no fim do ano passado, tem mercado no futebol nordestino - o ABC-RN é o principal interessado.

Paulinho (V) - Tem vínculo com o time de Itu até 20 de maio, e também pode permanecer. Até o momento, não recebeu sondagens.

Jackson Caucaia (M)- O mais badalado entre campeões do Ituano é justamente o jogador com contrato mais longo, até dezembro de 2015. No Pacaembu, o jogador foi questionado sobre um possível interesse do Palmeiras e do Santos, mas disse que "ficou longe da imprensa" para não ouvir antes do fim do Paulistão. Deve ser emprestado pelo clube do interior a algum grande. Um familiar do jogador afirmou, do lado de fora do estádio, que o São Paulo também estava de olho.

Cristian (M)- Aos 34 anos, pensa em atuar na Série A, mas nenhum clube ainda demonstrou interesse. Na Série B, o jogador tem mercado forte. No entanto, não descarta a possibilidade de encarar a quarta divisão com o Ituano, já que seu contrato é válido até dia 30 de novembro.

Esquerdinha (A)- Como Cristian, também tem contrato até novembro, mas deve ser negociado pelo Ituano. A Chapecoense, onde já atuou em 2012, e o Goiás, ambos da Série A, surgiram como principais interessados, mas o staff do jogador alega ter recebido uma sondagem do Fluminense. Situação deve se arrastar pelas próximas semanas.

Rafael Silva (A)- Livre a partir desta terça-feira, é o primeiro alvo da Ponte Preta para a disputa da Série B. Acordo tem boas chances de dar resultado.

Doriva (T)- Falou em iniciar o planejamento para a Série D, mas o momento de transição entre Estaduais e Brasileirão pode fazê-lo aparecer em equipe de Série A ou B. Até o momento, não há propostas definitivas.