icons.title signature.placeholder Ivo Felipe
icons.title signature.placeholder Ivo Felipe
29/07/2013
14:16

Mais do que a conquista da sua quinta medalha de ouro em Campeoantos Mundiais de Esportes Aquáticos, Cesar Cielo se colocou nesta segunda-feira em um novo patamar em sua carreira: aquele em que só estão os bicampeões mundiais dos 50m borboleta.
 
Apenas o nadador sul-africano Roland Schoeman havia obtido o mesmo feito. Ele conquistou os 50m borboleta em duas ocasiões, sendo a primeira no Mundial de Montreal (CAN), em 2005, e a segunda no Mundial de Melbourne (AUS), dois anos mais tarde, em 2007.
 
Cesar Cielo ainda pode igualar outro recorde histórico nesta competição. Caso conquiste o título dos 50m livre, que têm início na próxima quinta-feira, ele se tornará o quinto nadador da história a obter o tricampeonato de uma prova no Mundial em piscina longa (50m). O brasileiro venceu esta prova em Roma-2009 e em Xangai-2011.

Mais do que a conquista da sua quinta medalha de ouro em Campeoantos Mundiais de Esportes Aquáticos, Cesar Cielo se colocou nesta segunda-feira em um novo patamar em sua carreira: aquele em que só estão os bicampeões mundiais dos 50m borboleta.
 
Apenas o nadador sul-africano Roland Schoeman havia obtido o mesmo feito. Ele conquistou os 50m borboleta em duas ocasiões, sendo a primeira no Mundial de Montreal (CAN), em 2005, e a segunda no Mundial de Melbourne (AUS), dois anos mais tarde, em 2007.
 
Cesar Cielo ainda pode igualar outro recorde histórico nesta competição. Caso conquiste o título dos 50m livre, que têm início na próxima quinta-feira, ele se tornará o quinto nadador da história a obter o tricampeonato de uma prova no Mundial em piscina longa (50m). O brasileiro venceu esta prova em Roma-2009 e em Xangai-2011.