icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
09/03/2014
18:18

Em tarde inspirada de Giancarlo, Paraná não toma conhecimento do sub-23 do Atlético-PR e aplica goleada no clássico. Com um humilhante 4 a 0, o time  tricolor se classifica na segunda colocação e coloca o rubro-negro na oitava e última posição. Com os resultados da rodada o confronto nas quartas de final será entre Paraná Clube e Atlético-PR repetindo o clássico desse domingo.

Já contestado no cargo o técnico Petkovic recebeu muitas críticas pelas bruscas mudanças na escalação. Giancarlo foi o nome do jogo pelos 3 gols marcados mas o goleiro Hugo do Atlético-PR foi o melhor em campo mostrando o domíno total do Paraná Clube no jogo.

Na tarde desse domingo Paraná Clube e Atlético-PR fizeram um clássico eletrizante pela última rodada da primeira fase do campeonato Paranaense. Mesmo com os dois times já matematicamente classificados para as quartas de final o jogo foi intenso na Vila Capanema.

Como uma vitória de qualquer lado colocava a equipe entre as quatro primeiras e dava o direito de decidir as outras fases em casa, os times foram a campo em busca da vitória. Além dos três pontos os técnicos Petkovic e Milton Mendes entraram em campo pressionados no cargo.


O jogo


Com o estádio lotado e um grande clássico em disputa os jogadores do misto Sub-23 rubro-negro sentiram a pressão inicial. Os titulares do Paraná começaram sufocando e não demoraram para abrir o placar. Em bela jogada do ataque o tricolor aproveitou um erro do sistema defensivo do Furacão, sozinho na grande área Giancarlo tirou do goleiro Hugo e com um leve toque abriu o placar aos 3 minutos.

Nos 15 minutos iniciais somente o Paraná criou chances. Dominando a posse de bola e com Lúcio Flávio jogando solto o tricolor não aumentou a vantagem graças a bela defesa do Hugo em chute forte do Paulinho. Com um sistema defensivo muito frágil o time de Petkovic não suportou a pressão. Depois do cruzamento do Breno a zaga do Furacão vacilou novamente. Sozinho na área o atacante Fernando Gabriel teve tempo de dominar e escolher o canto para fuzilar o goleiro Hugo e aumentar o placar. Paraná 2 a 0.

Enquanto a torcida do Atlético já vaiava o técnico pela escalação a torcida tricolor já imaginava uma goleada. Aos 30 minutos mais um susto para o torcedor rubro-negro, em mais uma boa jogada do meia Paulinho por pouco Giancarlo não alcança o cruzamento da esquerda e marca o terceiro. Fim do primeiro tempo o total domínio do tricolor.


Segundo tempo

No intervalo o técnico rubro-negro tentou consertar a marcação no meio-campo lançando Otávio e Crislan no lugar de Éverton e Lucca, respectivamente. Já Milton Mendes voltou com o mesmo time tentando manter a importante vantagem obtida. Já aos cinco minutos, em boa jogada do Paulinho, o goleiro Hugo fez boa defesa no chute forte de Giancarlo. O atacante do Paraná estava em tarde inspirada, causando muitos problemas pra zaga rubro-negra. Aos dez minutos da etapa complementar Giancarlo faz bela jogada e chutou cruzado para mais uma bela defesa do goleiro Hugo.

A desorganização total do time do Atlético-PR teve seu custo aos quinze minutos. Em bela cobrança de falta de Lúcio Flávio, o atacante Giancarlo aproveitou a confusão na pequena área e empurrou pro gol. Logo na jogada seguinte o iluminado Giancarlo aumentou o tormento atleticano. Aproveitando falha bizarra do zagueiro Erwin o atacante não perdoou e marcou seu terceiro gol na partida para delírio do torcedor do Paraná.

Os 4 a 0 refletiam perfeitamente o que era o jogo. Um time titular e compacto na marcação contra jovens sub-23 totalmente dominados e perdidos taticamente. Com o jogo já decidido, aos vinte e cinco do segundo tempo, os dois times reduziram o ritmo. Junto com a chuva que caiu no Durival de Britto os atleticanos foram embora ouvindo "olé" da massa tricolor. Resta a esperança em descontar a humilhação eliminando o rival na próxima fase.



Veja os jogos da décima-primeira rodada do Campeonato Paranaense:


9/3 - Domingo


Londrina 2 x 0 Coritiba - Estádio do Café

Paraná 4 x 0 Atlético-PR - Estádio Durival Britto

Operário-PR 1 x 1 JMalucelli - Estádio Germano Kruger

Prudentópolis 1 x  1 Cianorte - Estádio Newton Agibert

Toledo 2 x 2 Arapongas - Estádio 14 de Dezembro

Rio Branco-PR 1 x 1 Maringá - Estádio Gigante do Itiberê