icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/06/2014
08:06

Alguns jogadores do Botafogo querem aproveitar bem esse período de treinamentos durante a parada para a Copa do Mundo para recuperar espaço no time alvinegro. São os casos, por exemplo, de Jorge Wagner, Julio Cesar, Gabriel, Wallyson e Ferreyra, que eram titulares absolutos no início desta temporada, mas nos últimos meses foram parar na reserva.

O quarteto quase sempre estava entre os 11 escalados por Eduardo Hungaro, na disputa da Copa Libertadores. Entretanto, após a eliminação precoce na competição e com a chegada de um novo treinador, perderam espaço progressivamente.

O primeiro a ser preterido foi Wallyson. Logo na segunda rodada do Brasileirão, Vagner Mancini preferiu apostar no então recém-contratado Emerson Sheik e em Zeballos. E o atacante, que foi artilheiro do time na Libertadores, foi para o banco.

Pouco depois, Mancini promoveu mudanças mais drásticas na equipe, que fazia uma campanha muito ruim no Brasileiro. Junior Cesar, Bolatti e Daniel (depois Carlos Alberto) ganharam, respectivamente, as vagas de Julio Cesar, Gabriel e Jorge Wagner. Este último, em diversas entrevistas, admitiu o mau rendimento, lembrando que passou por um problema familiar. A esposa do atleta teve complicações no parto, fato que o tirou até de algumas partidas do time.

– É muito difícil manter uma regularidade durante o ano todo. Comecei o ano bem, fazendo gols, mas logo em seguida tive uma queda de rendimento. Acredito que, a partir de agora, já estou voltando, estou tendo mais oportunidades para entrar no time. É normal. A expectativa que tenho para o segundo semestre é muito grande – disse Jorge Wagner.

Contratado pelo Botafogo no fim do ano passado, Jorge Wagner também afirma que demorou um pouco a se readaptar ao futebol brasileiro, após três temporadas no Kashiwa Reysol, do Japão. Hoje, porém, diz que esse processo já terminou.

– Para se readaptar, demora um pouco, mas quando cheguei encontrei um com grandes jogadores e um grupo unido. Me senti bem, e isso facilitou meu trabalho. O momento de readaptação ao Brasil passou – ressaltou.

A primeira oportunidade para mostrar serviço pode ser o amistoso contra o Botafogo (PB), no próximo dia 3, em João Pessoa, em partida que marcará a reabertura do Almeidão.