icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/04/2014
09:07

De volta ao time após sete partidas fora, Marquinhos Gabriel foi um dos responsáveis por mudar a cara do Palmeiras na vitória sobre o Vilhena, por 2 a 0, quarta, na Copa do Brasil. Antes de o meia-atacante entrar, o time sofreu para chegar ao gol rival, e com ele aberto pelo lado direito, iniciou-se a jogada para Bruno César abrir o placar - foi do camisa 40 o cruzamento.

Ao elogiar o jogador, Gilson Kleina chegou a tratá-lo como titular de sua equipe.

- Ele era titular conosco, mas lesionou. Ficou duas, três semanas fora... O Marquinhos zerado entrou hoje de novo, jogador de muita dinâmica. Ele tem uma característica que a gente exige muito, que é o drible pelo lado do campo. Achei que a equipe ficou com outra dinâmica - disse o técnico.

Desde que começou a jogar pelo Verdão, Marquinhos Gabriel fez dez partidas: foram três como titular, e sete como reserva. Entre sua estreia, contra o Atlético Sorocaba (na qual deu duas assistências) e o último jogo antes de sentir dores musculares, contra o São Bernardo, ele sempre participou de ao menos parte do jogo.

O problema físico, porém, o fez perder a reta final do Paulistão, e o primeiro jogo da Copa do Brasil. Na eliminação do Estadual para o Ituano, o jogador tinha condições, mas não foi usado. Agora, ele quer aproveitar a pausa até a estreia no Brasileiro (dia 20 de abril) para reconquistar o espaço que tinha e ser novamente considerado titular pelo chefe.

- Vim de um tempo inativo pela lesão, mas agora estou 100%. Quis entrar e ajudar, contribuir. O professor terá tempo agora para arrumar o time. A cada treino, vou buscar meu espaço para aproveitar a minha chance. Todos aqui são qualificados, mas quero buscar minha chance - avisou o atleta, que marcou uma vez com a camisa alviverde.

Com dois de Bruno César, Palmeiras vence e avança na Copa do Brasil