icons.title signature.placeholder Rodrigo Vessoni
15/11/2013
20:15

A passagem de Tite no Corinthians foi histórica. A comoção dos torcedores nas redes após a notícia de que o treinador não permaneceria à frente da equipe, que acabou sendo confirmada na manhã desta sexta-feira, não foi por acaso.

Números e recordes impressionados foram colecionados por ele desde que voltou ao clube, em 20 de outubro de 2010. Veja os motivos que fazem da passagem de Tite pelo Timão uma das maiores do clube, dentro e fora de campo, no Brasil e no exterior:

NÚMEROS E RECORDES DE TITE NO CORINTHIANS:

DESEMPENHO
131 vitórias, 84 empates, 53 derrotas, 353 gols pró, 202 gols contra, 59,3% de aproveitamento

5 TÍTULOS
Brasileirão-11, Libertadores-12, Mundial de Clubes-12, Paulistão-13 e Recopa-13. Nenhum outro treinador da história do Corinthians levantou tantos troféus. Dois deles, inéditos para o clube. Oswaldo Brandão, com quatro conquistas, é o segundo.

3 ANOS ININTERRUPTOS
Tite chegou ao Corinthians em 20 de outubro de 2010 e seu contrato terminará no dia 31 de dezembro de 2013 (1.168 dias). Apenas três treinadores ao longo da história conseguiram ficar três anos Ininterruptos no cargo: Guido Giacominelli, entre 1921 e 1924, e Oswaldo Brandão, de 1954 a 1957. Agora, Tite.

268 JOGOS
Á frente da equipe, contando as duas passagens (2004/05 e 2010/2013). Tite já é o segundo treinador em número de jogos em 103 anos de história, ficando atrás apenas de Oswaldo Brandão, que comandou 441 vezes. Obs: ainda terá quatro jogos pela frente.

MAIS RESISTENTE DO BRASIL:
Nenhum outro treinador do futebol brasileiro está há tanto tempo no cargo. Na Série A, quem mais se aproxima dos seus três anos é Cuca, que chegou ao Atlético-MG no dia 8 de agosto de 2011.

PONTOS CORRIDOS I:
Melhor início da era dos pontos corridos, conquistado no Brasileirão de 2011 (nove vitórias e um empate). Passou a ser do Atlético-MG na 11ª rodada de 2012, por saldo de gols.

PONTOS CORRIDOS II:
Campeão brasileiro dos pontos corridos que mais rodadas liderou (27 de 38 rodadas).

LIBERTADORES I:
Campeão invicto na Libertadores, algo que apenas cinco clubes conseguiram nas 53 edições passadas. Peñarol (1960), Santos (1963), Independiente (1964), Estudiantes (1969 e 1970) e, na última vez, Boca Juniors (1978) são os recordistas. Todos com menos jogos disputados.

LIBERTADORES II:
Segunda melhor média de gols sofridos da história da Libertadores (4 gols em 14 jogos, média de 0,28 gol/jogo). A melhor foi do Boca de 1977 (3 gols em 13 jogos, média de 0,23/jogo).

LIBERTADORES III:
Com 16 jogos sem derrota, o Corinthians de Tite é dono da segunda maior sequência invicta da história da competição sul-americana - 14 na edição de 2012 e 2 na edição deste ano.  Sporting Cristal, do Peru, ficou invicto por 17 jogos nas edições de 1962, 1968 e 1969.

LIBERTADORES IV:
Ao passar pelo Vasco nas quartas de final da Libertadores de 2012, Tite & Cia. o Corinthians de Tite nunca havia eliminado um campeão da Libertadores.

LIBERTADORES V:
Pela primeira vez na história, o Corinthians disputou quatro edições da Libertadores de forma consecutiva. Três (2011, 2012 e 2013) foram com Tite. Em 2010, o técnico era Mano Menezes.