icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/07/2013
19:17

A derrota por 1 a 0 para o time reserva do Atlético-MG, neste domingo, no Pacaembu, foi por falta de entrosamento. Isso quem explicou foi o técnico Tite, que ainda vê sua equipe precisando de ajustes após a saída de Paulinho e, principalmente, os desfalques de Danilo, Renato Augusto e Emerson.

Em entrevista coletiva, ele falou também da "engrenagem" chamada Pato. O comandante alvinegro preferiu não pressionar o atacante, que foi vaiado pela torcida no fim da partida.

- Não só Pato, mas todos nós somos cobrados pelo máximo desempenho que a gente conseguiu. O técnico primeiro se cobra, depois pensa no resto. Essa é a cobrança. Pato também pelo que criou ao longo da sua carreira. Com a engrenagem se ajustando, ele também vai fluindo - afirmou.

Tite diz que se futebol fosse como vôlei, Corinthians venceria

Durante o bate-papo com os jornalistas nos vestiários, o treinador lembrou também do entrosamento de Guilherme com o restante da equipe. O volante tem sido o substituto de Paulinho, que se transferiu para o Tottenham, da Inglaterra. A ausência de meias, como no caso de Danilo e Renato Augusto, também foram lamentadas.

- Principalmente quando o time se posiciona na frente. O Danilo tem a retenção da bola. A gente ficou só com o Guerrero com essa característica. Com o Danilo a bola fica na frente para os outros chegarem - concluiu.

Com ataque mal, Timão perde em casa para mistão do Galo

A derrota por 1 a 0 para o time reserva do Atlético-MG, neste domingo, no Pacaembu, foi por falta de entrosamento. Isso quem explicou foi o técnico Tite, que ainda vê sua equipe precisando de ajustes após a saída de Paulinho e, principalmente, os desfalques de Danilo, Renato Augusto e Emerson.

Em entrevista coletiva, ele falou também da "engrenagem" chamada Pato. O comandante alvinegro preferiu não pressionar o atacante, que foi vaiado pela torcida no fim da partida.

- Não só Pato, mas todos nós somos cobrados pelo máximo desempenho que a gente conseguiu. O técnico primeiro se cobra, depois pensa no resto. Essa é a cobrança. Pato também pelo que criou ao longo da sua carreira. Com a engrenagem se ajustando, ele também vai fluindo - afirmou.

Tite diz que se futebol fosse como vôlei, Corinthians venceria

Durante o bate-papo com os jornalistas nos vestiários, o treinador lembrou também do entrosamento de Guilherme com o restante da equipe. O volante tem sido o substituto de Paulinho, que se transferiu para o Tottenham, da Inglaterra. A ausência de meias, como no caso de Danilo e Renato Augusto, também foram lamentadas.

- Principalmente quando o time se posiciona na frente. O Danilo tem a retenção da bola. A gente ficou só com o Guerrero com essa característica. Com o Danilo a bola fica na frente para os outros chegarem - concluiu.

Com ataque mal, Timão perde em casa para mistão do Galo