icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/07/2013
16:47

Apesar da alegria pelo título da Recopa Sul-Americana e da promessa de que viraria a noite de quarta para quinta-feira tomando caipirinha com a família, o técnico Tite admitiu depois da vitória por 2 a 0 contra o São Paulo que cometeu um erro durante o jogo. Ao dar chance a Renato Augusto, Alexandre Pato e Ibson no segundo tempo, o técnico deixou no banco jogadores que estão no clube há muitos anos e que, em seu julgamento, mereciam participar do momento:

- Faço um pedido de desculpas porque eram Chicão, Alessandro ou Douglas para entrar, porque eles estão há mais tempo. Dei uma dura no Cleber (Xavier, auxiliar) que deveria ter me alertado, deveriam ser eles, por essa relação de merecer essas conquistas. Ver Chicão, Alessandro e Julio Cesar participarem de toda essa retomada, como é bonito isso. E o técnico errou, tinha de ter botado os três. Não que Ibson, Renato Augusto e Pato não mereciam, mas os outros pelo tempo maior, tinham essa condição. O técnico errou - admitiu ele, durante a entrevista coletiva.

Humilde para enxergar os próprios erros, Tite também foi corajoso para criticar os da própria torcida. Em sua visão, as vaias a Alexandre Pato e ao rendimento da equipe na derrota para o Atlético-MG, no último domingo, foram injustas diante das conquistas que o time teve nos últimos meses.

- Fiquei chaetado no jogo contra a Atlético pela torcida, na hora das substituições, em relação a alguns jogadores. Respeito, mas fiquei chateado. A equipe vai se ajustando, os atletas estão entrando e buscando entrosamento. Poucas vezes eu vi o torcedor do Corinthians vaiar. Aquilo me deixou chateado. O torcedor fica impaciente se troca passes com Gil, Paulo André, se roda a bola de um lado para o outro. A preocupação era não gerar instabilidade nos atletas. Mas fizemos um grande jogo - completou ele.

Na tarde dessa quinta-feira, o técnico comanda o treino para os reservas no campo de treinamento. Os titulares farão um treino regenerativo na piscina. No domingo, o Timão visita o Atlético-PR, no Durival de Britto.

Apesar da alegria pelo título da Recopa Sul-Americana e da promessa de que viraria a noite de quarta para quinta-feira tomando caipirinha com a família, o técnico Tite admitiu depois da vitória por 2 a 0 contra o São Paulo que cometeu um erro durante o jogo. Ao dar chance a Renato Augusto, Alexandre Pato e Ibson no segundo tempo, o técnico deixou no banco jogadores que estão no clube há muitos anos e que, em seu julgamento, mereciam participar do momento:

- Faço um pedido de desculpas porque eram Chicão, Alessandro ou Douglas para entrar, porque eles estão há mais tempo. Dei uma dura no Cleber (Xavier, auxiliar) que deveria ter me alertado, deveriam ser eles, por essa relação de merecer essas conquistas. Ver Chicão, Alessandro e Julio Cesar participarem de toda essa retomada, como é bonito isso. E o técnico errou, tinha de ter botado os três. Não que Ibson, Renato Augusto e Pato não mereciam, mas os outros pelo tempo maior, tinham essa condição. O técnico errou - admitiu ele, durante a entrevista coletiva.

Humilde para enxergar os próprios erros, Tite também foi corajoso para criticar os da própria torcida. Em sua visão, as vaias a Alexandre Pato e ao rendimento da equipe na derrota para o Atlético-MG, no último domingo, foram injustas diante das conquistas que o time teve nos últimos meses.

- Fiquei chaetado no jogo contra a Atlético pela torcida, na hora das substituições, em relação a alguns jogadores. Respeito, mas fiquei chateado. A equipe vai se ajustando, os atletas estão entrando e buscando entrosamento. Poucas vezes eu vi o torcedor do Corinthians vaiar. Aquilo me deixou chateado. O torcedor fica impaciente se troca passes com Gil, Paulo André, se roda a bola de um lado para o outro. A preocupação era não gerar instabilidade nos atletas. Mas fizemos um grande jogo - completou ele.

Na tarde dessa quinta-feira, o técnico comanda o treino para os reservas no campo de treinamento. Os titulares farão um treino regenerativo na piscina. No domingo, o Timão visita o Atlético-PR, no Durival de Britto.