icons.title signature.placeholder Fellipe Lucena e Thiago Ferri
24/02/2015
08:06

Desde que Cristaldo tornou-se titular, o Palmeiras tem 100% de aproveitamento: foram três vitórias, todas com efetiva participação do camisa 9. Com o time começando a encorpar, o argentino vai se mostrando uma peça-chave no Verdão de Oswaldo de Oliveira.

Nas últimas três rodadas, a equipe marcou seis vezes, e em quatro delas o Churry participou: foram três gols seus, e uma assistência. Contando amistosos, o time foi às redes em 15 oportunidades, e em nove delas o argentino estava em campo, sendo decisivo em sete, com cinco gols e duas assistências: participação em 77,7% dos tentos do Palmeiras neste período.

– Este ano eu estou jogando mais de centroavante. No ano passado, jogava de lado, defendendo um pouco mais. Agora estou jogando na minha posição e graças a Deus estou fazendo gols – explicou, ao SporTV.

Mesmo antes deste bom momento, Cristaldo já tinha o carinho da torcida. Ele aos poucos começa a ganhar, também, Oswaldo de Oliveira. O treinador teve uma conversa com o atleta no começo do ano, e já admitiu que ainda está o conhecendo.

Com as recentes apresentações, Cristaldo tem criado dúvidas no treinador. Em entrevista ao LANCE!Net, Oswaldo havia dito que Rafael Marques fazia parte de seu time ideal, graças à versatilidade do camisa 19 e a facilidade do jogador para atuar em todas as posições do ataque. O crescimento do argentino, porém, pode fazê-lo mudar de ideia.

– O Cristaldo ainda não conheço direito. Se você me perguntar hoje, o Rafa, em forma, me lembra formações muito boas que tivemos no Botafogo. Ele sempre naquela posição (centroavante) e rendendo bem. Mas ele pode ser muito mais útil jogando na meia, dos lados ou centralizado. Por isso, o Cristaldo se firmando, lógico que vamos ter mais uma opção – resumiu o técnico no domingo.

Mesmo que apenas há seis meses no Verdão, Cristaldo agora trabalha com o seu terceiro treinador no clube: Ricardo Gareca, que o trouxe, mas com quem pouco trabalhou no Brasil, Dorival Júnior e agora Oswaldo. Além de mais adaptado ao Brasil, o hermano vê como trunfo o fim do desespero do Palmeiras.

– (Com o Gareca) Não cheguei a jogar como centroavante. A gente estava sempre perdendo quando ele me colocava para ter o time mais à frente. Agora está dando tudo certo, mas ainda falta muito para chegar ao nosso objetivo, que é a final do Paulista e colocar o Palmeiras onde merece – resumiu o jogador.

‘FATOR’ CRISTALDO

Amistosos
Com o camisa 9 em campo, o time marcou três gols ante Shandong (CHN) e Red Bull. Ele participou de todos. Sem ele, outros três gols.

Paulista
Após não ser fator contra Grêmio Osasco Audax e Ponte (quando saiu do banco), Cristaldo virou titular diante do Rio Claro e passou a ser muito efetivo. Foram seis gols do Verdão, e destes ele participou de quatro: marcou três (contra o Rio Claro e Penapolense, duas vezes), além de dar a assistência para Dudu marcar o gol da vitória diante do São Bento.