icons.title signature.placeholder Felipe Bolguese
29/06/2014
08:05

Mais uma vez, a Alemanha estará em uma fase de mata-mata na Copa do Mundo.Nas últimas três edições, foi a única seleção que chegou ao menos à semifinal: decisão em 2002 diante do Brasil, semifinal contra a Itália em 2006, quando foi a anfitriã do Mundial, e semifinal contra a Espanha, na África do Sul, em 2010. Por um lado, a seleção sempre chega. Por outro, sempre fica no quase...

Os germânicos estão “batendo na trave” há tempos, seja no torneio mais importante do mundo, seja na Eurocopa, que reúne os melhores de seu continente. O fato de sempre chegar, mas nunca vencer, já rende a alcunha de “amarelão” para as alas mais críticas do país. Até começar a ganhar tudo desde 2008, a Espanha convivia com esse estigma de não conseguir conquistar títulos. Quem criticava, digamos, teve de engolir a Fúria vencendo duas Eurocopas seguidas e uma Copa do Mundo.

Nesta edição, a seleção de Joachim Löw novamente entrou como uma das favoritas. Jogadores como Lahm e Schweinsteiger já são consagrados no Bayern de Munique (ALE), enquanto aqueles que eram promessas em 2010, como Khedira, Özil, Kroos e Müller, já estão mais experientes e em alta.

– Nossa equipe está com um ímpeto muito grande, está em chamas para vencer esta Copa. É um desafio para esse grupo. Estamos muito concentrados e focados nos nossos objetivos – afirmou Löw, em coletiva neste sábado.

NOS ÚLTMOS ANOS, ALEMANHA SEMPRE CHEGA

Copa de 2002 (Final x Brasil)
Equipe de Rudi Völler eliminou Paraguai, Estados Unidos e a anfitriã Coreia do Sul no mata-mata, mas no fim perdeu por 2 a 0 para o Brasil na decisão.

Euro 2004 (Primeira fase)
Único torneio recente que a seleção não chegou à semi. Ficou em terceiro no grupo, atrás de República Tcheca e Holanda. Letônia foi lanterna.

Copa 2006 (Semifinal x Itália)
Anfitriões, alemães fizeram bela Copa. Venceram todos na primeira fase, eliminaram Suécia e Argentina e caíram para a Itália na prorrogação.

Euro 2008 (Final x Espanha)
Já com Joachim Löw, seleção contava com experientes como Friedrich, Frings e Ballack. Eliminou Portugal e Turquia, mas caiu para a “nova surpresa” Espanha por 1 a 0 na decisão.

Copa 2010 (Semifinal x Espanha)
Já renovada, com Khedira, Özil, Müller & Cia, seleção goleou Inglaterra e Argentina no mata-mata, mas caiu novamente para os espanhois na semifinal.

Euro 2012 (Semifinal x Itália)
Há dois anos, Alemanha ficou pelo caminho de novo. Esperava-se uma revanche na final contra a Espanha.