icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/07/2014
11:42


A 15 dias da partida contra o Internacional que marca o reinício do Campeonato Brasileiro, o Corinthians seguiu sua rotina no CT Joaquim Grava com um treino físico exigente comandado pelo preparador Eduardo Silva. Ativo nos trabalhos, o profissional da comissão técnica de Mano Menezes gritou palavras de incentivo para o grupo, que realizou as atividades sem contar com Jadson, Paulo Victor, Romarinho e Anderson Martins - os quatro treinaram à parte no campo anexo do CT.

Jadson, que até conversou em particular com Mano por alguns minutos, e Paulo Victor, sentiram a carga pesada do período de treinos do Timão e fizeram atividades mais leves por precaução. Já Romarinho está em fase final de tratamento de uma lesão no pé direito, e foi outro que apenas correu em volta do gramado. Por último, Anderson Martins foi anunciado apenas nesta terça-feira, e ainda está abaixo dos outros no que diz respeito à preparação física.

Sem contar com os quatro, o grupo participou de um treino físico de confronto, simulando situações de jogo. Os jogadores se dividiram em duplas e cada dupla se enfrentou em espaço reduzido, com um pequeno gol de cada lado. Os que perdiam a disputa um contra um se juntavam em outro grupo e davam tiros curtos de corrida como forma de punição. Atento à atividade, Eduardo Silva dava seu incentivo

- O corpo dói, a perna pesa! Time campeão é assim - gritou o preparador, em determinado momento.

Mano Menezes acompanhou os trabalhos do lado de fora de campo, mas também bateu palmas para incentivar. No outro lado do gramado, os cinco goleiros do elenco participaram de um treino sob o comando do preparador Mauri Lima, que testou a saída de gol, a impulsão e o reflexo de Cássio, Walter, Danilo Fernandes, Julio César e Matheus Caldeira.