icons.title signature.placeholder Felipe Bolguese e Rodrigo Vessoni
26/11/2014
08:05

A equação financeira do Corinthians para renovar o contrato de Guerrero, que ficará na casa dos R$ 30 milhões, poderá ser menor do que se imaginava. Tudo porque ao menos seis jogadores deixarão de fazer parte da folha de pagamento do clube no fim desta temporada, resultando em uma economia direta de R$ 1 milhão/mês no clube. Ontem, o LANCE! mostrou que o salário oferecido ao peruano foi de R$ 500 mil, além de cerca de R$ 10 milhões, referentes às luvas.

Os goleiros Julio Cesar (Náutico) e Danilo Fernandes, os volantes Jocinei (Portuguesa) e Nenê Bonilha (Vila Nova) e o meia Ramírez (Botafogo) deixarão de ter vínculo com o Alvinegro no próximo 31 de dezembro.

Douglas, que está emprestado ao Vasco, ficará sem contrato pouco depois, em 1 de fevereiro. O meia não deve se reapresentar no CT Joaquim Grava após as férias, no dia 7 de janeiro. Multicampeão no Parque São Jorge, o ex-camisa 10 será responsável pela maior parte desse respiro financeiro na folha, já que recebe cerca de R$ 300 mil mensais do Timão.

Do sexteto, Danilo Fernandes é o único que faz parte do atual elenco de Mano. O camisa 22, que nesta temporada atuou apenas no amistoso contra o Atlético-PR, em Curitiba, já foi avisado que não continuará. A intenção do clube é dar chance a Matheus Vidotto e outros jovens da base como opções de Cássio e Walter, primeira e segunda opções.

Outro emprestado
O meia Rodriguinho, que tem contrato até dezembro de 2016, está emprestado Al-Sharjah, dos Emirados Árabes Unidos. O Corinthians nada ganhou, mas tem economizado ao não pagar salário.

JOGADORES QUE FICARÃO SEM CONTRATO:
Danilo Fernandes (atual elenco) - 31/12/2014
Jocinei (Portuguesa) - 31/12/2014
Julio Cesar (Náutico) - 31/12/2014
Ramirez (Botafogo) - 31/12/2014
Nenê Bonilha (Vila Nova) - 31/12/2014
Douglas (Vasco) - 01/02/2015