icons.title signature.placeholder Rodrigo Vessoni e Lucas Faraldo
11/11/2014
08:03

Falta de dinheiro. É isso o que emperra a renovação de contrato de Guerrero e a contratação do volante Cristian. O LANCE!Net apurou que o pedido de salário e luvas dos jogadores foi considerado alto demais pela diretoria, que se vê sem dinheiro em caixa para reforçar o time.

Pela previsão orçamentária divulgada no fim de outubro, o Corinthians pretende gastar apenas R$ 10 milhões com reforços entre junho/2014 e junho/2015. Renovar com seu principal jogador e trazer um dos ídolos da torcida de volta ocupariam parte desse orçamento.

– Acabamos de fazer uma revisão orçamentária. Gastamos R$ 80 milhões em 2013 e mais ou menos R$ 40 milhões neste ano. O elenco é grande. Na minha expectativa, não podemos gastar além do orçado de novo, já que precisamos fazer no ano passado e neste ano – afirmou o diretor financeiro do Corinthians, Raul Correa e Silva, ao LANCE!.

– Se quiser investir um valor maior do que está no orçamento, teremos de obter novos recursos de uma possível venda de jogador. Mas isso é algo que o Mário (Gobbi Filho, presidente), que está com o futebol agora, é quem poderá falar melhor – completou o diretor financeiro.

As negociações com os representantes de Guerrero se arrastam há algum tempo. Mais do que a diferença de pensamento entre o que um quer e o outro está disponível a pagar, está a falta de “bala na agulha” do clube, que não quer se comprometer a aumentar a folha salarial.

– Estamos conversando há algum tempo para encontrar uma saída. Uma coisa está bem clara: os dois lados têm interesse na continuidade, isso é o mais importante – afirmou o gerente de futebol Edu Gaspar.

A situação em relação ao ex-jogador do Fenerbahçe (TUR) é a mesma, já que Cristian está livre depois de ter acertado a rescisão de contrato com o clube turco. Para contratá-lo, terá de acertar as luvas e salários.

CLUBE GASTOU MAIS DO QUE O PREVISTO

Diz a proposta orçamentária do Corinthians para 2014 que o clube pode gastar R$ 10 milhões na compra de atletas. A previsão de gasto para a atual temporada, porém, já ultrapassa os R$ 42 milhões. Em 2013, o clube tinha R$ 19 milhões previstos para aquisição de jogadores, mas gastou R$ 84,8 milhões. Já em 2012, o Corinthians tinha verba de R$ 23 milhões destinada à compra de atletas. Ao término de tal temporada, gastou R$ 50,4 millhões.

OBRIGAÇÕES PARA 2015

Estádio
Clube terá de pagar, em junho/15, a primeira parcela relativa à quitação da Arena, no valor de cerca de R$ 100 mi. A bilheteria, que antes era usada pelo departamento de futebol, agora vai para o fundo que administra o novo estádio.

Salários
Pelo orçamento divulgado pelo clube, que contempla o ano fiscal de junho/14 a junho/15, o Corinthians se programa para pagar R$ 133 milhões em salários e encargos, além de R$ 30 milhões em direito de imagem dos jogadores.