icons.title signature.placeholder Ivo Felipe
23/12/2013
15:58

A Seleção Brasileira que conquistou o histórico título mundial feminino de handebol no último domingo já está em seu caminho de volta para casa. A equipe dirigida por Morten Soubak deixou a capital sérvia, Belgrado, na tarde desta segunda-feira. O assédio às campeãs começou no próprio hotel em que ficaram hospedadas durante a fase final da competição.

Antes mesmo de irem ao aeroporto local, diversos funcionários do hotel pediram para tirar fotos e guardar recordações com as campeãs do mundo. Cerca de 11 torcedores brasileiros que estiveram em Belgrado também fizeram questão de dar a última saudação ao time que fez história na capital sérvia.

Eleita melhor jogadora do campeonato, Duda Amorim disse que espera uma boa recepção da torcida em São Paulo, onde as atletas chegarão na manhã desta terça-feira.

- A gente ainda não tem tanta noção do que nos espera nesta terça-feira, no Brasil. Em Blumenau (onde nasceu), soube que a repercussão foi muito grande. A gente ainda não consegue imaginar o que farão para nós, mas a gente espera que a torcida apareça, sim - disse a jogadora.

- Domingo nós comemoramos bastante, fomos à churrascaria, fizemos o que tínhamos direito. Estamos cansadas, mas já estamos nos recuperando. O sentimento de ser campeã do mundo é muito bom. É só felicidade - completou a armadora.

Da delegação brasileira campeã mundial, apenas quatro membros não desembarcarão em São Paulo: o técnico Morten Soubak optou por continuar na Europa, para passar o Natal com seus familiares, além das atletas Deonise Cavaleiro, Mayssa e Karol Souza.