icons.title signature.placeholder Luis Fernando Coutinho
24/12/2013
09:00

Pronto para sua 38ª luta na carreira (21ª no Ultimate) Gleison Tibau fará sua quarta luta pelo maior evento de MMA do mundo em 2013. Depois de perder em fevereiro, o atleta quer alcançar sua terceira vitória consecutiva para chegar perto do topo da categoria dos leves. No UFC 168, que acontece neste sábado, em Las Vegas, o brasileiro enfrentará Michael Johnson. Em entrevista ao LANCE!Net, Tibau analisou sua situação na divisão e afirmou que, "por justiça", o vencedor do confronto merece um lugar entre os dez melhores lutadores até 70kg da organização.

Além da sequência que terá emplacado em caso de triunfo contra Johnson, Gleison acredita que sua experiência e mais de vinte lutas pelo Ultimate deveriam pesar.

- Em 2014, vou fazer oito anos na organização. São 21 lutas. Venho de duas vitórias boas, sendo que a última luta foi boa, contra um top da divisão. Agora, me deram essa luta com o Johnson... Acho que seria o justo o vencedor dessa luta entrar no top 10 da categoria - afirmou Tibau, em conversa por telefone com o L!Net.

O brasileiro ainda analisou o estilo de luta de seu adversário. Apesar de elogiar o último desempenho de Johnson, Gleison está confiante de que um caminho para a vitória pode ser a luta de chão.

- A gente fez uma excelente preparação para essa luta. Venho de três lutas, essa será a quarta nesse ano. Nós não paramos, estamos em ritmo de competição. Tivemos um tempo bom para trabalhar. Estudamos o Johnson e vimos que ele é um cara que é vesátil no boxe. Ele bate bem, é bom fisicamente, tem bom wrestling... Estudamos a luta contra o Lauzon, ele deu um show naquela luta. Foi bem no chão e trabalhou muito bem em pé. O forte dele é o boxe e o wrestling. Mas, nos meus treinos eu puxei bem o cardio, a parte física, para chegar com gás. E sem esquecer o jiu-jitsu. Se essa luta for para o chão, vou finalizar - disparou o lutador, que tem 12 vitórias por finalização.

Gleison Tibau vem de vitória contra Jamie Varner no UFC 164 (FOTO: Getty Images)

Veterano no Ultimate, Gleison Tibau também está acostumado a participar de grandes eventos da companhia.  Mas, por isso mesmo o atleta garante que não sentirá pressão por se apresentar no mesmo show de Chris Weidman x Anderson Silva 2.

- Estou tranquilo. Sempre tive chance de lutar em grandes eventos do UFC. Não estou focado no evento. Vou para fazer minha sétima luta em Las Vegas. Estou feliz, conquistando meu espaço... São quatro lutas esse ano. Sinto crescimento no meu jogo . Estou com fome e sede de ganhar. Gosto de lutar no UFC ou onde for. Gosto de estar nessa "piração" e vontade de lutar. Temos de estar querendo e com sede finalizou.

Além da esperada revanche entre Chris Weidman e Anderson Silva, valendo o cinturão dos médios, o UFC 168 ainda contará com o reencontro de Ronda Rousey e Miesha Tate, pelo título peso-galo feminino. O evento será transmitido ao vivo pelo canal Combate, a partir das 21h30.

Confira as lutas do show:
Card principal
Chris Weidman x Anderson Silva
Ronda Rousey x Miesha Tate
Josh Barnett x Travis Browne
Jim Miller x Fabrício Morango
Dustin Poirier x Diego Brandão
Card preliminar
Chris Leben x Uriah Hall
Gleison Tibau x Michael Johnson
Dennis Siver x Manny Gamburyan
John Howard x Siyar Bahadurzada
William Patolino x Bobby Voelker
Robbie Peralta x Estevan Payan