icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
01/07/2013
13:12

Como já era esperado, o brasileiro Tiago Splitter será desfalque do Brasil na Copa América de basquete este ano, que será disputada entre 30 de agosto e 11 de setembro, em Caracas , na Venezuela. O pivô informou pelo seu twitter que não disputará a competição.

Splitter afirmou que sua ausência será por conta de ele se encontrar em um processo de renovação contratual na NBA. O contrato do brasileiro com o San Antonio Spurs chegou ao fim nesta segunda-feira e ele ainda não definiu o seu futuro na liga. Sem time, o jogador não terá como firmar o seguro que é necessário paraos atletas da NBA serem liberados para a disputa.

"Galera, meu plano era defender a Seleção na Copa América, mas infelizmente não poderei porque estou em processo de renovação contratual, o que impossibilita fazer o seguro para jogar. Esta vez estarei na torcida. Já comuniquei ao Magnano e espero voltar logo a Seleção", disse Splitter, em uma série de publicações no twitter.

Além de Splitter, o Brasil também não deve contar com Nenê e Anderson Varejão, que também jogam de pivô. Ambos seguem sofrendo com lesões e são desfalques quase certos. A esperança segue sendo a recuperação do ala-armador Leandrinho, que teve uma lesão no joelho este ano.


Como já era esperado, o brasileiro Tiago Splitter será desfalque do Brasil na Copa América de basquete este ano, que será disputada entre 30 de agosto e 11 de setembro, em Caracas , na Venezuela. O pivô informou pelo seu twitter que não disputará a competição.

Splitter afirmou que sua ausência será por conta de ele se encontrar em um processo de renovação contratual na NBA. O contrato do brasileiro com o San Antonio Spurs chegou ao fim nesta segunda-feira e ele ainda não definiu o seu futuro na liga. Sem time, o jogador não terá como firmar o seguro que é necessário paraos atletas da NBA serem liberados para a disputa.

"Galera, meu plano era defender a Seleção na Copa América, mas infelizmente não poderei porque estou em processo de renovação contratual, o que impossibilita fazer o seguro para jogar. Esta vez estarei na torcida. Já comuniquei ao Magnano e espero voltar logo a Seleção", disse Splitter, em uma série de publicações no twitter.

Além de Splitter, o Brasil também não deve contar com Nenê e Anderson Varejão, que também jogam de pivô. Ambos seguem sofrendo com lesões e são desfalques quase certos. A esperança segue sendo a recuperação do ala-armador Leandrinho, que teve uma lesão no joelho este ano.