icons.title signature.placeholder Eduardo Mendes
17/11/2014
13:09

Thiago Silva adotou o mesmo tom do discurso de Neymar para amenizar a repercussão da polêmica entrevista concedida no domingo, em Viena. Ele e Neymar foram os últimos jogadores a descerem do ônibus na chegada ao Ernst Happel Stadion, onde a Seleção treinará nesta segunda-feira. A poucos metros do camisa 10, o zagueiro tratou de dizer que foi mal interpretado quando se manifestou sobre a insatisfação com a perda de braçadeira de capitão e com condição de reserva.

- Não é uma notícia que vai abalar a relação. Sou um cara sincero. Estou tranquilo e dormi tranquilo. As notícias não foram verdadeiras. Eram mal-intencionadas e causam desgastes no ambiente - comentou.

O antigo capitão revelou também que conversou com o técnico Dunga nesta segunda-feira para esclarecer o teor do que disse no dia anterior e causou uma repercussão negativa. Novamente Thiago garantiu que não criticou as posturas de Neymar e da comissão técnica.

- Fui falar com Dunga pela manhã e tinha provas e áudios do que eu disse. Estava preocupado porque não sabia que ele iria entender. Mas sai super tranquilo e ele aceitou. Foi olho no olho. Estamos de bem de novo. Procurei ele cedo para tentar esclarecer. Tirei um peso - avisou.

Thiago Silva também teve uma conversa com Neymar, conforme o próprio camisa 10 confirmou. Mesmo exaltando a afinidade que tem o atacante, o zagueiro deixou a entender que realmente ficou chateado por não ter tido conversa alguma sobre a questão da braçadeira de capitão no retorno à Seleção.

- Foi agradável a conversa com Neymar. É como meu irmão. Tenho um carinho grande por ele. Falo a verdade. Mas não é por isso que deixo de gostar dele. Tentaram colocar uma polêmica - avisou.