icons.title signature.placeholder Eduardo Mendes, Maurício Oliveira e Thiago Salata
16/06/2014
15:20

A Seleção Brasileira faz o primeiro jogo da Copa do Mundo no Nordeste nesta terça-feira. O capitão Thiago Silva lembrou que foi em Fortaleza, na Copa das Confederações no ano passado, que começou o embalo do Hino Nacional, com o público cantando mesmo depois de os altofalantes pararem de tocar.

– Nós nos sentimos bem à vontade aqui. Esse carinho faz parte do povo nordestino, sempre recebe a Seleção assim. Tivemos este contato na Copa das Confederações e ficamos surpresos. Até aquele momento, nossa equipe não tinha jogado aqui com a Seleção, e foi aquela recepção toda. Na hora do Hino você escutar a torcida cantando como foi, emocionou. Deixou todo mundo muito motivado – lembrou o zagueiro.

Thiago Silva pediu para a torcida repetir nesta terça-feira o que fez no ano passado.

– Agora é Copa do Mundo, uma outra situação. Uma coisa que peço: cantem o Hino junto conosco, agarradinhos, como nós jogadores cantamos. Nos dá uma motivação maior. Quando eu e David Luiz fizemos questão de cantar o Hino juntos. Mostramos que estamos ainda mais unidos.

A partida marcante foi justamente contra o México, adversário desta terça. O Brasil venceu por 2 a 0, há quase um ano, em 19 de junho, também na segunda rodada da fase de grupos, como acontece agora na Copa do Mundo.

Nesta terça-feira, Felipão completa 50 jogos pela Seleção e, curiosamente, o Castelão é o estádio onde ele mais esteve com o Brasil.