icons.title signature.placeholder Carlos Eduardo Sangenetto
20/12/2013
10:02

Capitão da Seleção Brasileira para Copa do Mundo de 2014, o zagueiro Thiago Silva mostrou confiança no Brasil a seis meses da disputa do Mundial. Para o defensor do Paris Saint-Germain, que teme o nervosismo do jogo de estreia contra a Croácia, o time comandando pelo técnico Luiz Felipe Scolari está preparado para levar o hexacampeonato no Maracanã. A seleção chilena também é vista como possível adversária nas oitavas de final.

- Como na Liga dos Campeões, não tem jogo fácil na Copa do Mundo, principalmente na estreia por causa do nervosismo. Temos que vencer para de repente classificar já no segundo jogo. Se perdemos ou empatamos, isso já traz perda de confiança e a tendência é que a pressão aumente. É sempre muito complicado jogar um Mundial - disse Thiago Silva em entrevista que o LANCE!Net estava presente, nesta quinta-feira, no Centro de Treinamento do PSG.

MAIS THIAGO SILVA:
> Zagueiro do PSG critica amistoso contra o Real Madrid nas 'férias': É um castigo'
> Capitão de Seleção Brasileira revela ao LANCE!Net rival que mais gosta de marcar
> Thiago Silva torceu contra Cristiano Ronaldo e ficou triste pelo amigo Ibrahimovic

Favorito no Grupo A do Mundial, o Brasil enfrenta um adversário do Grupo B, formado por Espanha, Holanda, Chile e Austrália, caso avance para as oitavas de final. Por serem as finalistas da última Copa, na África do Sul, espanhóis e holandeses são apontados como soberanos na chave vizinha, mas não para Thiago Silva.


Thiago Silva levantou a taça da Copa das Confederações no Maracanã
(Foto: Vanderlei Almeida/AFP)

    

- A possibilidade de enfrentar Espanha, Holanda ou até mesmo o Chile, que eu acho que terá sucesso no grupo deles, levanta uma dúvida sobre qual é o melhor para jogar contra, mas o mais importante é estar preparado. E eu não tenho dúvida alguma que a Seleção está preparada para encarar qualquer um destes adversários - afirmou o capitão da Seleção.

A Seleção Brasileira estreia na Copa do Mundo de 2014 contra a Croácia, no dia 12 de junho, na Arena Corinthians, em São Paulo. México e Camarões também fazem parte do grupo canarinho.

BATE-BOLA
Thiago Silva
Zagueiro do PSG e capitão da Seleção Brasileira

Como você vê a disputa pelo título do Campeonato Francês? PSG lidera, mas tem Monaco logo na cola...
Acredito que a briga vai ser lado a lado, com os rivais tentando tirar o título do Paris Saint-Germain. O importante é que o grupo está bem, encontramos uma maneira de jogar muito legal. Acho que se a gente continuar desta forma, a disputa vai ser boa, até o fim do campeonato.

E o Bayer Leverkusen, adversário das oitavas de final da Liga dos Campeões?
Primeiramente acho que não teremos um jogo fácil, apesar de muitos acharem isso. O PSG empatou contra o Anderlecht (fase de grupos) dentro de casa um jogo que na teoria era fácil. Temos que ficar atentos, lidar com esse tipo de situação e não colocar na cabeça que será um jogo fácil. Eles fizeram uma boa Champions no ano passado e foram eliminados pelo Barcelona. Acredito que temos um pouco mais de entrosamento para seguir em frente na competição.

Marquinhos chegou ao PSG fazendo gols e caindo nas graças da torcida. Como é seu relacionamento com ele? Você dá dicas?
O Marquinhos é um menino de muita qualidade, está preparado para as oportunidades. Logo quando recebeu sua chance, ele teve grande felicidade em fazer grandes jogos e gols, isso faz com que ele se sinta confiante no grupo e aos poucos a gente vai se falando. Eu dou um pouquinho de experiência para ele, já que com 20 anos não é fácil jogar em uma grande equipe, disputando grandes campeonatos.