icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/03/2014
12:02

As 32 seleções que vão estar na Copa do Mundo deste ano fizeram seus últimos testes nesta quarta-feira, e algumas empolgaram, outras decepcionaram, e outras ficaram por isso mesmo, sem mudar tanto, mas cada um com sua situação específica. O LANCE!Net fez um termômetro de acordo com as partidas, e definir quem está quente, morno ou frio a caminho do Mundial.

Das equipes consideradas "super-favoritas", apenas Brasil e Espanha estão quentes. Sendo que a Fúria nem empolgou tanto. França e Portugal, que não estão entre as mais cotadas, mas correm por fora, fizeram grandes apresentações. Pelo menos três seleções grandes, Inglaterra, Alemanha e Argentina ficaram mornas e não convenceram. Holanda, Uruguai e Itália foram frias e precisam abrir os seus olhos.

Portugal, Argélia, Rússia, Costa Rica, França, Honduras, Japão, Brasil, Coreia do Sul e Espanha: quentes


Três seleções empolgaram bastante nesta quarta-feira e reforçam suas condições para a Copa do Mundo. O Brasil foi à África do Sul, goleou a equipe local por 5 a 0, com três de Neymar, golaço de Fernandinho, e até criança sendo ovacianada em campo. Portugal teve algumas novidades em sua equipe, jovens revelações tiveram oportunidades, e o técnico Paulo Bento pode ter novas opções após a vitória convincente por 5 a 1 sobre Camarões. A França não goleou, mas se impôs e venceu bem a Holanda dentro de casa: 2 a 0.

A Espanha está quente, mas no limite para passar para o morno. O fato de ter vencido uma potência, a Itália, conta. A Fúria utilizou um novo esquema, agora com Diego Costa no comando do ataque, teve momentos muito bons contra a Azzurra, mas também sentiu dificuldades e acabou vencendo por apenas 1 a 0.

Entre as seleções menos concorridas, o Japão foi quem mais empolgou. Pegou um adversário mais fraco, a Nova Zelândia, mas com menos de 20 minutos já ganhava por 4 a 0. Colocou o pé no freio e venceu por 4 a 2. A Costa Rica conseguiu uma boa vitória sobre o Paraguai. A Argélia foi a única africana que se deu bem: 2 a 0 na Eslovênia. Em casa, a Rússia foi bem e derrotou a Armênia também por 2 a 0. A Coreia do Sul seguiu a moda e fez o mesmo placar em cima da Grécia. Honduras, já no fim do dia, levou o amistoso contra a Venezuela por 2 a 1.

Argentina, Costa do Marfim, Inglaterra, Nigéria, Chile, Bélgica, Equador, Alemanha, Suíça, México e Croácia: mornos


No segundo grupo estão 11 seleções. Duas deles estavam no mesmo jogo. A Alemanha conseguiu vencer um adversário forte, o Chile, por 1 a 0. Mas o próprio técnico, Joachim Löw, já tinha acendido o sinal amarelo, lembrando as várias contusões e jogadores sem ritmo de jogo. Ganhou, mas não empolgou. Já os chilenos, que vinham de empate com a Espanha e vitória sobre a Inglaterra, está em grande fase, complicou a vida dos alemães, e chegam mais "cascudos" para a Copa.

A Argentina esteve longe de empolgar. A seleção treinada por Alejandro Sabella mostrou certa desorganização em campo, e ficou no 0 a 0 contra a Romênia, tendo a imagem de Messi vomitando como destaque da partida. A Inglaterra conseguiu vencer a Dinamarca por 1 a 0 apenas com um gol no fim de Sturridge. Outro jogo que coloca duas seleções no morno é Costa do Marfim x Bélgica. A equipe que é cabeça de chave abriu 2 a 0, mas vacilou e os africanos empataram.

Croácia e México, adversários do Brasil na fase de grupos, empataram, e assim como os seus rivais desta quarta, Suíça e Nigéria, respectivamente, ficam todos no morno. O Equador sofreu, mas venceu a Austrália por 4 a 3.

Itália, Austrália, Gana, Grécia, Camarões, EUA, Uruguai, Colômbia, Holanda, Irã e Bósnia: frios


Algumas seleções desapontaram nesta quarta-feira. Pensndo nas grandes, principalmente Holanda, Uruguai e Itália. Além da cabeça de chave Colômbia. A Laranja Mecânica foi dominada pela França no Stade de France e saiu derrotada por 2 a 0. A Itália teve desfalques importantes, como Balotelli, De Rossi, Pirlo entrou apenas no segundo tempo, e a Azzurra não suportou a Espanha e perdeu por 1 a 0. O Uruguai decepcionou e não passou de um empate em 1 a 1 contra a Áustria, que não está classificada para a Copa do Mundo. A Colômbia, sem Falcao García, pegou a frágil Tunísia e também ficou apenas no empate, também por 1 a 1.

A seleção dos Estados Unidos enfim conseguiu jogar contra a Ucrânia (o jogo foi no Chipre, mas correu o risco de não acontecer por causa do momento de tensão na região), e perdeu por 2 a 0. Mesmo placar que a Bósnia foi derrotada pelo Egito, e a Grécia pela Coreia do Sul. A Austrália teve jogo movimentado e perdeu por 4 a 3 para o Equador. O Irã jogou com o time reserva, e caiu diante da Guiné.

Duas seleções africanas decepcionaram. Gana perdeu por 1 a 0 contra Montenegro, e Camarões está praticamente "congelando", de tão frio que está. Até chegou a fazer jogo duro com Portugal no primeiro tempo, mas saiu de Leiria com uma derrota por 5 a 1.