icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/07/2013
11:12

A missão do Náutico não era fácil. Para esboçar uma reação e deixar a lanterna do Campeonato Brasileiro, era preciso superar o Cruzeiro, mas o Timbu deixou evidente a dificuldade em criar jogadas e foi presa fácil para a Raposa no Mineirão. As deficiências do Albvirrubro culminaram numa goleada por 3 a 0, resultado lamentado pelo técnico Zé Teodoro.

- Tivemos um jogo sem o controle e sem o equilíbrio. Encontramos um adversário mais qualificado e que foi melhor. Tomamos um gol que não deveríamos tomar que foi no começo do jogo. No setor de meio campo, que é fundamental, em alguns momentos perdemos esse controle e fomos desiquilibrados - avaliou o comandante, em entrevista ao site oficial do clube.

A derrota do último domingo foi a terceira consecutiva do Náutico - superado por Coritiba e Ponte Preta nas duas últimas rodadas - e a quinta em sete jogos do Brasileiro. A campanha aquém do esperado deixou o Alvirrubro na posição mais desconfortável da tabela: a última.

- Temos muito trabalho pela frente. Enquanto não tivemos um padrão de jogo definido, ou seja, uma escalação oficial. Vamos ter que ter um pouco de calma e paciência. Nesse momento é preciso administrar a derrota. Ter tranquilidade e dar forças aos jogadores e dar condições - declarou Zé Teodoro.

Agora, o time projeta o duelo contra o Internacional, no próximo domingo, na Arena Pernambuco, em jogo válido pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. O time gaúcho é o quinto colocado e venceu o Fluminense por 3 a 2 no último domingo.

Cruzeiro faz três e vence o Náutico no Mineirão

A missão do Náutico não era fácil. Para esboçar uma reação e deixar a lanterna do Campeonato Brasileiro, era preciso superar o Cruzeiro, mas o Timbu deixou evidente a dificuldade em criar jogadas e foi presa fácil para a Raposa no Mineirão. As deficiências do Albvirrubro culminaram numa goleada por 3 a 0, resultado lamentado pelo técnico Zé Teodoro.

- Tivemos um jogo sem o controle e sem o equilíbrio. Encontramos um adversário mais qualificado e que foi melhor. Tomamos um gol que não deveríamos tomar que foi no começo do jogo. No setor de meio campo, que é fundamental, em alguns momentos perdemos esse controle e fomos desiquilibrados - avaliou o comandante, em entrevista ao site oficial do clube.

A derrota do último domingo foi a terceira consecutiva do Náutico - superado por Coritiba e Ponte Preta nas duas últimas rodadas - e a quinta em sete jogos do Brasileiro. A campanha aquém do esperado deixou o Alvirrubro na posição mais desconfortável da tabela: a última.

- Temos muito trabalho pela frente. Enquanto não tivemos um padrão de jogo definido, ou seja, uma escalação oficial. Vamos ter que ter um pouco de calma e paciência. Nesse momento é preciso administrar a derrota. Ter tranquilidade e dar forças aos jogadores e dar condições - declarou Zé Teodoro.

Agora, o time projeta o duelo contra o Internacional, no próximo domingo, na Arena Pernambuco, em jogo válido pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. O time gaúcho é o quinto colocado e venceu o Fluminense por 3 a 2 no último domingo.

Cruzeiro faz três e vence o Náutico no Mineirão