icons.title signature.placeholder Craque do Futuro - Felipe Bob
24/03/2014
16:18

No dia mais importante de sua história, o Boavista não livrou seus torcedores do sofrimento típico de uma decisão. Durante todo o dia o assunto era o mesmo: a classificação para as semifinais do Campeonato Carioca e o título da Taça Rio - este último disputado entre os clubes de menor porte. A cidade de Saquarema, casa do clube desde 2004, estava apreensiva. Durante todo a semana, notava-se que não eram dias comuns. A missão não era dificil para levantar o troféu: uma vitória simples era o suficiente.

Apesar do mal tempo, a temperatura dentro do estádio era quentíssima. A torcida fez seu papel e assim como todo bom mandante, o Boavista foi para cima e lutou até o fim. O resultado foi uma vitória por 1 a 0 para cima do Bangu.

Em nenhum momento a torcida desanimou, o apoio foi incondicional durante todo o jogo. É o quarto título do clube saquaremense. O Verdão havia conquistado um torneio extra em 2013, uma série C do Estadual em 2006 e uma Série C em 1991 - quando o clube ainda se chamava Barreira.

Após o título, a emoção foi incontrolável. Uma invasão de campo foi permitida pela diretoria e uma grande roda de oração foi organizada pelo presidente, que declarou:

- É sensação de dever cumprido. Quero agradecer a todos os jogadores, ao povo de Saquarema, à comissão técnica. Agora é comemorar, porque a gente merece.

Ao fim, os jogadores ergueram o troféu simbólico - o oficial será entregue pela Ferj                                   posteriormente. 

Jogadores formam roda em torno do troféu após conquista da Taça Rio (Foto: Yan Aguiar)