icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
25/11/2014
18:05

A tenista brasileira Beatriz Haddad Maia embarca nesta terça-feira para sua última série de torneios da temporada, com dois torneios  em Mérida, no México.

O final da temporada de Bia vem em um bom momento, em que ela joga embalada após a campanha no ITF de Assunção, no Paraguai, onde fez quartas de final e atingiu o número 295 do ranking de simples da WTA, sua melhor colocação desde o final de 2013.

- Não ligando tanto para o ranking, mas sim vendo como eu comecei esse ano, sabendo que estava mancando, mal conseguia correr e hoje estou saudável, feliz e isso vale muito mais do que o número em si. Só tenho que agradecer minha família, o Bocão e o Felipe pelo trabalho que a gente vem fazendo, além do Larri, porque ele também fez parte disso. Agora é saber que estou bem saudável para melhorar ainda mais, afirma Bia.

- Agora ainda tem dois torneios de US$ 25.000+H, que é pontuação equivalente aos de US$ 50 mil. É quadra rápida, eu tenho que continuar com esse jogo agressivo, tentando subir à rede e usando o meu saque. Independente de ir bem ou não, jogar solta e ir para a frente porque o meu objetivo é muito maior do que esses torneios. Eu tenho que pensar grande, pensar em estar feliz na quadra que os resultados vêm como consequência, completa a tenista de 18 anos.

Bia foi campeã no último fim de semana no Correios Brasil Masters Cup, torneio realizado pela Confederação Brasileira de Tênis no Costão do Santinho, em Florianópolis, onde venceu as brasileiras Paula Gonçalves e Gabriela Cé, além de participar do Prêmio Tênis, no qual entregou o troféu à melhor tenista cadeirante do ano, a pernambucana Natália Mayara.

- Agora no Santinho pude jogar em casa com as meninas, a gente se divertiu. Todo mundo vendo que o nível do Brasil está bom, o masculino também com o Thiago (Monteiro) representando, o Rafael Matos, são os menino novos que estão chegando, eu, a Paula (Gonçalves) e a Gabi (Cé), além de a gente ter a oportunidade de estar junto com a Teliana Pereira, Marcelo Melo, Bruno Soares, André Sá e Thomaz Bellucci foi bem bacana, finaliza Bia Haddad Maia.