icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/11/2013
18:09

Desde a primeira edição do Circuito Banco do Brasil de vôlei de praia, há 22 anos, nunca o equilíbrio entre os participantes foi tão grande como na atual temporada. As três primeiras etapas de 2013 tiveram seis campeões diferentes.

Em Recife, o título ficou nas mãos de Talita/Taiana e Alison/Emanuel. Depois, Lili/Rebecca e Evandro/Vitor Felipe, em Vitória, e Maria Clara/Carol e Bruno Schmidt/Pedro Solberg, no Rio de Janeiro, levaram a melhor nas decisões.

De acordo com Emanuel, a explicação para esse feito pode ter a ver com a mudança de calendário implantada este ano.

- Todas as duplas chegam com mais ritmo de jogo. O que antes era o fim da temporada para nós, agora é apenas o início, já que começa em setembro e vai até abril do ano seguinte. Sem falar que o novo sistema de seleções fez com que todos buscassem um treinamento melhor, porque os que lá estão já chegam mais preparados - avaliou o atleta.

Quem compartilha a mesma opinião do campeão olímpico é a cearense Taiana, que lidera o ranking brasileiro ao lado de Talita, mas vem de derrota na etapa carioca. Na ocasião, elas foram superadas por Maria Clara/Carol.

- Com a implantação do sistema de seleções, vários times passaram a treinar juntos, o que gera um maior conhecimento por parte dos atletas e, consequentemente, um equilíbrio entre as equipes. E isso reflete diretamente no nosso Circuito. A diferença é o elemento surpresa, e acho que isso é o que precisamos buscar para levar vantagem em momentos decisivos - afirmou.

O próximo desafio das duplas começa nesta sexta-feira, nas areias do Guarujá (SP). Até o domingo, 16 parcerias no masculino e 12 no feminino disputarão o título da quinta etapa do Circuito.