icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/03/2014
08:01

O jovem zagueiro Samir, de 19 anos, faz nesta quarta-feira, às 22h, contra a Cabofriense, o primeiro jogo após a fatalidade em La Paz, na Bolívia, quando escorregou em campo e acabou cometendo o pênalti que provocou a derrota o Flamengo para o Bolívar, pela Copa Libertadores. A partida desta noite, válida pela ida da semifinal do Campeonato Carioca, terá transmissão em tempo real pelo LANCE!Net.

A falha da última partida disputada por Samir não fez com que o zagueiro perdesse crédito com os torcedores, o técnico Jayme de Almeida e os companheiros de Flamengo. Após o episódio, o jovem defensor recebeu o apoio e confiança das pessoas próximas, assumiu o erro, mas prometeu aumentar ainda mais o trabalho para que situações como essa não se repitam.

VÍDEO
- Vai esquentar! Grandes chegam com moral para semifinais do Carioca

Uma prova desta confiança é a de que Samir é um dos poucos jogadores que não foram barrados por Jayme de Almeida neste ano. Mesmo após a chegada do equatoriano Erazo, quando se esperava uma disputa maior pela vaga, Samir permaneceu entre os titulares. Além dos dois, o Flamengo conta com os zagueiros Welinton, Frauches, Wallace, Chicão e Fernando.

Companheiro de Samir no Flamengo, Paulinho comentou como foram os dias após a falha do zagueiro na Bolívia. De acordo com o atacante, o elenco apoiou bastante o jovem defensor.

– O grupo procurou apoiar como sempre. Errar é humano, todos estão sujeitos a isso. O Samir é um garoto, bom jogador. Procuramos apoiá-lo, passamos bastante confiança. Ele é titular agora pelo jeito que joga, já passou isso e agora é pensar no Carioca – afirmou.

Um bom desempenho ratificará a confiança exercida sobre Samir. E o zagueiro, pela qualidade demostrada, merece este voto.