icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/11/2014
15:48

Rivais pela quinta rodada da fase de grupos Liga dos Campeões, Zenit e Benfica se enfrentam nesta quarta-feira em São Petersburgo, na Rússia. As equipes jogam todas as fichas neste confronto, uma vez que um empate pode deixar ambas em situação complicada, já que são terceiro e quarto lugares, respectivamente, com quatro pontos.

Ciente da dificuldade que terá contra o Benfica, o técnico André Villas-Boas já prepara um esquema especial para parar um dos destaques do time português, o brasileiro Anderson Talisca. O treinador sabe bem que terá problemas contra o jogador e revela que não o conhecia.

E MAIS
- City estaria disposto a pagar a multa rescisória de Messi: R$ 791 milhões
- José Mourinho rechaça alemão no Chelsea: 'Não queremos Marco Reus'
- Jovem astro da Inglaterra é detido por dirigir bêbado a quase 180km/h

- Não o conhecia. Não tinha esse conhecimento aprofundado das suas qualidades, que passei a apreciar a partir do momento em que explodiu no Benfica - afirmou o técnico português, em entrevista coletiva.

Quem também elogiou o jovem do Benfica foi o volante Javi García. Segundo o espanhol, 'não é fácil chegar à Seleção Brasileira'.


Talisca foi chamado por Dunga para dois jogos, mas não jogou (Foto: Bruno Domingos/Mowa Press)

- Mas não temos de estar obcecados apenas com ele. O Benfica tem jogadores muito fortes na frente, como o Gaitán e o Salvio, além do próprio Talisca. Podem desequilibrar a qualquer momento e temos de estar atentos'.

Talisca foi recentemente convocado por Dunga para os amistosos da Seleção Brasileira contra Turquia e Áustria. No entanto, o técnico optou por não o colocar em campo.