icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/04/2014
19:43

Desde muito antes do segundo jogo da final o técnico do Santos, Oswaldo de Oliveira, criticava o regulamento do Campeonato Paulista. Quando foi decidido que os dois jogos seriam definidos no Pacaembu, o treinador mostrou sua irritação. Neste domingo, após perder o título para o Ituano, Oswaldo voltou a disparar.

- Acho que nós poderíamos pretender ser campeões se o regulamento fosse de uma outra forma. Como por exemplo: dois resultados iguais favorecerem à equipe que fez sete pontos a mais que o adversário que chegou na final - exemplificou o comandante do Peixe, comparando a situação dos dois times na tabela.

A primeira objeção do treinador contra o funcionamento do torneio veio sobre a final no Pacaembu, que segundo ele não adiantou de nada ter feito a melhor campanha da primeira fase.

- Eu falei para os jogadores o campeonato inteiro, que se nós tivéssemos a melhor campanha, poderíamos decidir em casa. Mas agora não adianta de nada - afirmou na semana passada.

Dos 18 jogos do Paulista, o Santos tinha feito apenas um no Pacaembu, como visitante, contra o Osasco Audax, na terceira rodada, em que o placar foi 1 a 1. Na Vila Belmiro o Peixe não perde no Estadual há três anos.

Fez história! Ituano derrota Santos nos pênaltis e é campeão