icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/03/2014
14:12

Santos e Palmeiras brigam rodada a rodada pelo posto de melhor campanha geral do Campeonato Paulista. No próximo domingo, às 18h30, o Peixe encara o Rio Claro no Estádio Augusto Schimidt. Apesar do amplo favoritismo, o técnico Oswaldo de Oliveira diz estar em alerta em relação ao adversário, mas não se intimida.

- O Rio Claro joga um pouco diferente, parecido com o que o Santos jogava ano passado, sem referência, é um time técnico e bom. Realmente, o fato de perder ou ganhar acontece. É um time que ficou perigoso porque joga com boas possibilidades de classificação, então provavelmente vão apostar tudo contra o Santos. O que não nos intimida, mas aumenta o alerta para um adversário com todos estes ingredientes - afirmou o comandante do Peixe.

O técnico do Alvinegro também deixou clara a importância de se classificar em primeiro entre todas as vinte equipes que compõem o Estadual. Atualmente, o Peixe é o líder, mas apenas pelos critérios de desempate, já que o Palmeiras possui os mesmos 32 pontos.

- É objetivo, nós queremos, sim. Temos a possibilidade de nos próximos seis jogos, jogar quatro aqui (como mandante). Vamos mandar os jogos das quartas aqui, algo que não tem mais como perdermos, mesmo perdendo os dois jogos. A semifinal também. Então o meu interesse é esse. O de todos também - disse.

Oswaldo também falou sobre o esquema ofensivo do time. Disse que não pretende mudar, desde que os jogadores mantenham a conciência de que devem marcar. O técnico ainda aproveitou para falar das mudanças que o Peixe sofreu no sistema defensivo ao longo da competição.

- O sistema é ofensivo e defensivo. O time do Santos, como todos, ataca e defende. Procuro aproveitar as características de cada jogador. Falo para eles que marcar gols e fazer jogadas brilhantes é mais difícil do que impedir o adversário. Ser veloz, habilidoso e ter chute potente é uma dádiva. Marcar e defender não. Depende da cabeça e das pernas. Se em algum momento eu achar que alguém não está rendendo em uma posição ou outra, vou mudar, mas por enquanto estou satisfeito - declarou Oswaldo, que ainda completou sobre a defesa:

- Essa semana tive mexidas na defesa. Bruno (Peres) e Emerson nas laterais. Agora entra o Braz (David) com o Emerson, temos mexido muito. Se fosse no início no campeonato seria Cicinho, Gustavo, Dracena e Mena, então você vê quantas mudanças temos.