icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/11/2013
17:24

O Porto voltou a tropeçar pela Liga dos Campeões, e tudo por causa do gol que levou cedo do Austria Viena. Se tivesse vencido em casa, teria passado o Zenit no Grupo G da Liga dos Campeões, e precisaria apenas vencer o já classificado Atlético de Madrid na última fase. O técnico Paulo Fonseca fez questão de tomar para si as responsabilidades.

- Sofremos um gol cedo e isso nos intranquilizou. Demos a primeira etapa de bandeja ao adversário. Mas no segundo tempo tivemos uma excelente reação, tivemos muitas oportunides. Custa muito entrar na última rodada na situação em que estamos. Mas assumo as minhas responsabilidades e terei de responder por elas - garantiu o treinador do Porto.

O capitão da equipe, Lucho González, vai pelo mesmo caminho. Para o argentino, o Porto deveria ter sido mais duro desde o início do jogo.

- Faltou agressividade e ganhar mais vezes a segunda bola. Eles foram mais agressivos que nós e marcaram na única oportunidade que tiveram. Na segunda etapa a atitude foi diferente e merecíamos outro resultado - disse o ídolo do Porto.