icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/02/2015
14:32

Depois de perder de virada na estreia do Paulistão-15 para a Portuguesa por 3 a 2, no último domingo, jogando em casa, o técnico da Ponte Preta, Guto Ferreira, não quer saber de lamentações dos seus comandados e já está pensando no confronto contra o Palmeiras, que será nesta quinta-feira, no Allianz Parque. O treinador alvinegro declarou que o revés aconteceu devido a uma falta de entrosamento do elenco da Macaca. Os atletas irão se reapresentar nesta tarde, no CT de Jardim Eulina, em Campinas.

- A equipe está em uma situação que carece trabalhar, carece corrigir. Não vou jogar nas costas dos jogadores essa derrota, momento é de desentrosamento, tem muita gente para entrar e mesmo os que jogaram e não tiveram desempenho tão alto tem espaço pra acertar, corrigir, e deslanchar. Não vou ficar justificando porque parece desculpa e a única desculpa que temos é trabalhar, buscar fazer melhor e conquistar a primeira vitória contra o Palmeiras - disse, em entrevista ao site oficial do clube.

O comandante pontepretano afirmou que o time irá ganhar confiança nos próximos jogos e projetou a reação do clube campineiro diante do Verdão. Guto fez questão ainda de enaltecer a exibição de Rildo e Biro Biro no setor ofensivo, que deixou no ar a possibilidade da dupla começar atuando como titulares.

- Ficamos chateados porque foram erros simplórios, a gente trabalhou muito para vencer e perde jogo em erro banal, e quando viramos vêm mais dois seguidos... irrita mesmo, mas já esfriamos a cabeça. Agradou a velocidade pelos lados na parte ofensiva, jogadores como Rildo e Biro Biro se destacaram pela entrega, o time todo se empenhou. Mas a equipe ainda está muito espaçada, não tem a cara que queremos - completou.