icons.title signature.placeholder Valdomiro Neto
24/06/2014
20:37

Nigéria venceu Bósnia e precisa de empate com a Argentina (FOTO: Juan Barreto/AFP)

O aniversário de Messi na véspera do jogo contra a Argentina pegou os nigerianos de surpresa. Ao menos foi o que disse o técnico Stephen Keshi na coletiva no estádio Beira-Rio, palco da partida desta quarta-feira. Com bom humor, o comandante dos Super Águias saudou o camisa 10 rival e disse que festa maior só depois do duelo. 

- Parabéns! Que legal! Acho que eu e meu time não sabíamos disso, mas desejamos a ele feliz aniversário, saúde e vida longa. Vamos conversar com ele após o jogo - declarou o treinador ao ser avisado da data por um jornalista. 

A Nigéria depende de um empate para classificar-se para as oitavas de final, feito que não consegue desde 1998, mas o treinador nega que a equipe vá atuar pensando na igualdade. Vale lembrar que esse resultado também assegurará a primeira colocação da chave aos argentinos. 

- Estamos aqui para jogar futebol e se cairmos contra a França será assim. Eu nunca disse que iremos jogar pelo empate, vamos jogar futebol, é isso que pretendemos fazer - frisou ao ser perguntado se teme ter os franceses pela frente na próxima fase. 

A Nigéria é a única seleção do Mundial que ainda não sofreu gols, com o goleiro Enyeama invicto. E tentará seguir com esse retrospecto na partida desta quarta-feira, às 13h. No mesmo horário acontece o duelo entre a já eliminada Bósnia e o Irã, na Fonte Nova. Os iranianos precisam vencer, torcer por uma derrota da Nigéria e superá-la nos critérios de desempate.