icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/02/2015
15:21

O treinador do Liverpool, Brendan Rodgers, saiu em defesa dos seus jogadores após o episódio do pênalti na partida contra o Besiktas, que garantiu a vitória dos Reds por 1 a 0 em casa pela Liga Europa. Segundo Gerrard, que foi poupado e não estava em campo, Balotelli desrespeitou Henderson, que exercia a função de capitão no jogo. Rodgers minimizou o caso.

- Jordan (Henderson) mostrou maturidade e como é um jogador de grupo. Ele respeitou o fato de Mario ser um grande cobrador de pênaltis e foi feliz em deixá-lo bater. Há muito mais drama sobre isso na imprensa do que aqui dentro - disse Rodgers.

O treinador ainda explicou como é a hierarquia das cobranças de pênalti dentro do clube.

- Isso é muito claro. Se Stever (Gerrard) joga, é o número um. Com os jogadores que estavam em campo, o escolhido é Jordan. Mas se Jordan, Steven e Mario estão em campo ao mesmo tempo, normalmente usamos Steven ou Mario como cobradores - concluiu.