icons.title signature.placeholder Felipe Mendes
23/03/2014
08:06

Técnico do Flamengo desde junho de 2012, José Neto comemorou na noite de sábado, no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, o título mais importante na sua carreira em um clube. Auxiliar técnico do argentino Rubén Magnano na Seleção Brasileira masculina, o treinador levou o Flamengo ao inédito troféu da Liga das Américas ao derrotar o Pinheiros na final.

- Não só o meu como de todo mundo. Ninguém tinha conquistado esse título no Flamengo. O clube nunca tinha nem chegado no Final Four. É um título inesquecível, que ganhamos de forma invicta. O foco da comissão técnica foi preparar a equipe para esta competição. Tínhamos a mentalidade de que cada jogo era como se fosse uma final. Para que, quando chegássemos na decisão, já teríamos a noção de como jogar - disse Neto, ressaltando o apoio da torcida que compareceu em peso ao Maracanãzinho.

O treinador lembrou que a grande quantidade de erros por parte das duas equipes foi normal. Principalmente pelo fato de ser um jogo único para decidir o campeão.

- Isso é muito comum. Placar baixo, muitos erros. São fatores característicos de uma final de campeonato nesse formato em que uma partida define tudo.

Agora, Neto volta suas atenções para o NBB. O Flamengo lidera o campeonato nacional, mas ainda não garantiu a primeira colocação.

- Ainda temos cinco jogos. Vamos desfrutar deste título, comemorar bastante e pensar daqui para frente.

O Rubro-Negro volta à quadra no dia 27, contra o Uberlândia, no Rio de Janeiro, em partida da 35ª rodada do NBB.