icons.title signature.placeholder Amélia Sabino, Carlos Alberto Vieira e Leo Burlá
06/12/2013
20:26

O treinador do Japão, o italiano Alberto Zaccheroni disse que estava muito feliz por ter caído num grupo que ele considera equilibrado, o grupo C.

- Estou contente, assim como a Grécia, a Colômbia e a Costa do Marfim. Todos acreditam que podem alcançar a próxima fase. Só tem uma coisa: para se classificar, vamos ter de jogar - brincou.

Em seguida ele colocou a Colômbia como a rival mais forte do grupo, fez elogios aos gregos e se "esqueceu" dos marfinenses:

- Vejo a Colômbia como um dos times mais fortes do mundo, com um ataque poderoso. Já os gregos, todos viram do que eles são capazes contra a Romênia. Mas agora que já conhecemos os nossos adversários espero que todo o povo japonês desfrute desta sensação que é disputar mais uma Copa do Mundo.

O Japão estreia na Copa do Mundo de 2014 justamente contra a Costa do Marfim, na Arena Pernambuco, às 19h (de Brasília).