icons.title signature.placeholder VINÍCIUS PERAZZINI
19/06/2014
14:41

A Itália é tetracampeã do mundo e a Costa Rica está longe da tradição azzurra no futebol, mas o discurso europeu antes do jogo contra os Ticos, nesta sexta-feira, na Arena Pernambuco, é de total respeito. Nesta quinta-feira, em entrevista coletiva na Arena Pernambuco após o reconhecimento do campo, o técnico italiano Cesare Prandelli deu declaração forte sobre como ele vê a capacidade dos costarriquenhos.

- Nós acompanhamos com particular interesse este time. É muito bem organizado, usa um sistema que ele conhece de cor. É um time que assusta, pois mereceu ganhar do Uruguai. Esse jogo será dificil para nós - afirmou Prandelli.

A delegação italiana chegou ao Recife por volta das 9h desta manhã e três horas e meia depois já estava dentro da Arena Pernambuco para reconhecimento do gramado. A atividade de uma hora foi totalmente aberta à imprensa e os jonalistas puderam ver Buffon, que é dúvida, em ação. O goleiro não enfrentou a Inglaterra por conta de torção no tornozelo esquerdo, mas trabalhou sem aparente limitação na Arena, treinando ao lado dos outros dois arqueiros do elenco.

E MAIS:
> Thiago Motta afirma que nunca pensou em jogar pela Seleção Brasileira
> Amigo de Ghiggia, uruguaio garante torcida para a Celeste e para o Brasil

O técnico da Itália, Cesare Prandelli, elogiou as condições de Buffon nos últimos dias, porém não cravou a presença do goleiro contra a Costa Rica.

- Buffon está treinando bem há tres dias. Existe um edema, mas ele estiver bem nesta sexta-feira, irá jogar - disse Prandelli, que escalou Salvatore Sirigu diante da Inglaterra.

Há também dúvida na zaga: Barzagli vem reclamando de dores musculares há duas semanas e pode ser substituído por Bonucci. A Itália deverá atuar com Buffon (Sirigu), Abate, Barzagli (Bonucci), Chiellini e Darmian; De Rossi, Thiago Motta, Pirlo, Marchisio e Candreva; Balotelli.